Castanha-do-pará na prevenção do Câncer

Saiba como usar a Castanha-do-pará na prevenção do Câncer!

A castanha-do-pará é fruto de uma enorme castanheira, árvore nativa da Floresta Amazônica.

Essa noz superpoderosa possui nutrientes como ácidos graxos, vitaminas B e E, proteína, fibras, cálcio, fósforo e magnésio.

Mas a grande estrela é o selênio, um mineral altamente antioxidante que é o mais eficaz contra o câncer. Infelizmente, a maioria de nós não está consumindo o selênio suficiente.

O mineral selênio tem sido demonstrado em vários estudos que é uma ferramenta eficaz na defesa contra vários tipos de câncer, incluindo o de mama, esôfago, estômago, próstata, fígado e bexiga.

Hoje a pesquisa mostra que o selênio, especialmente quando usado em conjunto com a vitamina C, a vitamina E e o betacaroteno, funciona para bloquear as reações químicas que geram radicais livres no corpo (que podem danificar o DNA e causar alterações degenerativas nas células, levando ao câncer).

A recomendação é de que um adulto consuma, no mínimo, 55 microgramas por dia. No entanto, a maior parte das pessoas não ingere a dose recomendada de 200 microgramas por dia desse mineral.

castanha-do-para-beneficios-previne-cancer

Veremos a seguir como as propriedades da castanha-do-pará impactam a saúde e como você pode usar a Castanha-do-pará na prevenção do câncer

► Ajuda a emagrecer

 Ainda que apresente uma quantidade considerável de gorduras, o alimento ajuda na dieta de perda de peso.

Parece incrível, mas é verdade. As gorduras da castanha do Pará não são saturadas e por essa razão são benéficas ao organismo.

As fibras presentes também contam a favor do sucesso na dieta, pois proporcionam sensação de saciedade. Sem aqueles picos de fome é claro que você terá mais facilidade em perder os quilinhos indesejáveis.

► Combate o câncer

 Há uma série de fatores que podem provocar câncer e alguns alimentos são verdadeiros escudos do organismo e ajudam a evitar essa doença.

A castanha do Pará é eficiente na prevenção graças ao efeito do selênio, que auxilia um antioxidante denominado glutationa peroxidase na ação de proteger o organismo.

Além dessa ação preventiva, o selênio também parece ser eficaz no tratamento de alguns tumores. Um estudo, publicado na revista Cell Biology and Toxicoly, mostrou que o mineral estimulou o processo de apoptose, ou morte celular programada, em células de câncer do colo do útero.

Outra pesquisa publicada na Câncer Research, também revelou que o selênio ajudou a reduzir a proliferação de células cancerígenas da próstata.

► Garante a saúde óssea

 É muito comum problemas ósseos na terceira idade.

A osteoporose é uma doença séria e grave que provoca quedas e muitos transtornos em quem passou da casa dos 60 anos.

A castanha do Pará é um bom aliado na prevenção deste mal e de degenerações ósseas diversas em razão da presença do cálcio e do magnésio que é imprescindível para fixar o cálcio nos ossos.

► Melhora a digestão

 Quem come castanhas do Pará terá a garantia de uma boa digestão, afinal os nutrientes do alimento efetuam o transporte eficaz dos alimentos pelo organismo, facilitando a absorção das propriedades benéficas de todos eles.

As propriedades nutricionais também evitam a prisão de ventre e outros problemas mais sérios no estômago.

► Protege o coração

 O colesterol alto é um dos principais fatores de risco de doenças cardiovasculares, que podem ser fatais em muitas ocasiões.

A castanha do Pará é rica em ácidos graxos, propriedades que diminuem o colesterol ruim (LDL) e aumentam o colesterol bom (HDL).

O controle do colesterol permite a redução de incidências da arteriosclerose, infarto no miocárdio e Acidente Vascular Cerebral.

Um estudo feito com jovens obesos constatou que a ingestão diária de 15 a 25 g de castanha do Pará diminui os níveis de colesterol total e LDL.

castanha-do-para-beneficios-previne-cancer

► Previne mal de Alzheimer

 Uma pesquisa feita pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP demonstrou que a ingestão diária de castanha do Pará ajuda a preservar o cérebro de danos oxidativos relacionados com a idade.

Ou seja, conforme envelhecemos, os neurônios passam a produzir mais radicais livres durante a síntese de energia.  E por sua vez, nossas defesas antioxidantes também vão se tornando ineficientes.



Se você  também acredita que os alimentos têm o poder de prevenir e curar;

Se deseja melhorar a sua Alimentação e da sua Família;

ASSISTA AO VÍDEO onde eu explico como você pode equilibrar o PH do seu organismo e manter as doenças longe de você com a Dieta Alcalina.

Dieta Alcalina

4 Comentários


  1. Parabéns voce e uma Grande vencedora um exemplos para as pessoas um a força de vontade imensas fico feliz com seu sucesso


  2. Descobri o câncer de mama faz dois meses ainda estou em processo de exames mas estou querendo fazer a dieta posso começar a fazer? Já cortei açúcar café gordura frituras mas estou perdida não sei como fazer minhas receitas.. Preciso de ajuda por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *