14 Comentários

  1. Rosimar

    Gostei muito de todas as histórias mas me sinto perdida meio chocada e desfocada. Vocês todas estão de parabéns porque é muito dificil.

  2. Renata costa

    Como faço pra dar meu depoimento Páti.

  3. Anônimo

    Amei todas as histórias! Eu fui diagnosticada com Linfoma Não-Hodgkin aos 23 anos em Dezembro de 2014.. Foi muito difícil pois tive um tumor na clavícula e ele começou a expelir os pontos da biópsia, tinha dias q eu pensava que o tumor fosse “pular” na minha mão foi horrível era muita dor, os remédios não estavam fazendo efeito. Fiz uma única sessão de radioterapia para estancar a hemorragia. Fiquei internada em 3 hospitais depois tive alta e fiz 8 sessões de quimioterapia. As pessoas diziam q eu não passaria de 2014, mas graças a Deus deu tudo certo! fiz o exame em 2015 e não deu nada, a doença não havia se espalhado….ufa. Glória a Deus!
    De lá pra cá tenho feito só o acompanhamento e tenho ido ao ortopedista pois sinto muitas dores no ombro e no braço mas nada do q se compare com a dor q eu sentia antes.. A vida pós câncer não é fácil, tomar sua rotina! Mas vc volta com mais vontade de viver, já era muito feliz hoje em dia me considero mais q vencedora e muito feliz! Obrigada meu Deus por tudo!!!! Bjs a todos

Página 1 de 3 Próximo →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *