Meus Amigos de Destino: Amigos que o Câncer trouxe para mim…

Hoje quero falar sobre os amigos que o Câncer trouxe para mim:  Meus “Amigos de Destino.”

Porque o Câncer nos arranca muitas coisas, mas ele também pode trazer coisas boas…

Depois que fui diagnosticada, especialmente quando iniciei o tratamento de quimioterapia, passei a ter mais tempo para mim e para o ócio, enquanto o corpo me recuperava dos efeitos colaterais de cada ciclo.

Enfim, a vida deixou de ser corrida. Com isso, tenho tido a oportunidade de fazer alguns amigos virtuais, que ironicamente, têm sido muito presentes na minha vida.

Nem tenho como falar de todos, são muitos!

Então hoje, quero apenas citar algumas pessoas que me inspiram até hoje  e me deram força pra eu levar o tratamento que é barra pesada com a maior leveza possível e de cabeça erguida.

E talvez eles nem tenham consciência disso. Alguns, infelizmente já partiram, mas continuam vivos no meu coração.

 
Amigos que o Câncer me trouxe
 

Amigos que o Câncer trouxe para mim

Tem a Thamara Camargo.

(IG do insta: @fisio_thamara) que com apenas 25 anos  também entrou  na luta contra um câncer. Ela é linda, super estilosa e quando eu ainda não sabia como seria ficar careca e me enrolava (literalmente …rs) com os lenços, me inspirou muito.

Olhava para ela e dizia comigo: É assim que quero ficar! Peguei altas dicas com ela!

Mas muito mais que as dicas de amarração de lenços, via nela um referencial não só de beleza, mas queria ter a mesma doçura no olhar e ao mesmo tempo a mesma altivez de quem não se deixa abater…

 

 

Amigos que o Câncer me trouxe
Tamara Camargo


 Tem a Danielle Nobile.
(IG: @daniellenobile) que, por conta de um acidente de carro, ficou paraplégica e ainda assim se negou a ser sedentária.
A pessoa faz musculação, nada e corre!!!! E não pára de sorrir !!!! Aliás, se eu fosse definí-la em uma única palavra seria: Sorriso.
Quando comecei a sentir os efeitos colaterais da quimio e a ver o meu corpo fragilizado e fraco, me inspirei nela para não me entregar .
Aprendi com ela a me adaptar, respeitando os limites do meu corpo. O dia que não dá pra me exercitar como gostaria, eu caminho … Sem cobranças , sem stress.
Durante o tratamento, adaptação é a palavra de ordem. E minha decisão de voltar a nadar para ajudar na recuperação do braço e seio operado foi muito influenciada pela Dani.
Amigos que o Câncer me trouxe
Danielle Nobile
 

Também Tem a Adriele Silva.
(no insta: @adriii_silva) que perdeu as duas pernas, mas não perdeu a vontade de viver e nem a vaidade.
E está aí, linda, virou atleta pára-olímpica, e corre!!! Então, quando sentia dor no meu braço ou seio operado , pensava nela e dizia para mim mesma:
“cara, duas pernas não foram capazes de parar essa mulher, um seio, uma prótese, um braço que nem foi arracandado irá te parar? Deixa de ser frouxa!”
Já contei a inspiradora História de Superação da Adriele aqui no Blog. CLIQUE AQUI para ler e se inspirar!
Amigos que o Câncer me trouxe
Adriele Silva

 

E tem a Fernanda S. Vieira e o Marcos.
que me tem me ensinaram o valor da disponibilidade e da doação, da paciência e da fé .
A Fernanda tem uma história muito parecida com a minha, teve câncer de mama que foi diagnosticado tardiamente devido à negligencia médica.
Fez todo o tratamento, se curou e dois anos depois teve que lutar contra um câncer de útero. E hoje está curada, contando sua história e enchendo de esperança aos que ainda estão na batalha.
Com o Marcos eu aprendi a não reclamar, nem me vitimizar… Quando penso no preço que o meu amigo pagou pela sua vida sempre com otimismo: Força, foco e fé!
Me resignei a enfrentar cada sessão quimioterapia com outros olhos, dando realmente força ao tratamento.


Amigos que o Câncer me trouxe
Marcos e Fernanda

 

Amigos que o Câncer me trouxe
Marcos
Não podia deixar de falar dos meus alunos e coachees, que acabam se tornando grandes amigos, mesmo aqueles que não conheço pessoalmente…
E quando a gente se conhece  pessoalmente é uma alegria só!
Dá só uma olhadinha nesse vídeo do ultimo encontro com amigos queridos e minhas alunas que vieram de vários lugares do Brasil para me conhecer pessoalmente.
: D

 Esses são alguns de muitos amigos virtuais que tenho feito, pessoas que diante de um real problema, não se deixam parar e que por isso me despertam profunda admiração.
É claro que tenho (e adoro) os meus amigos de carne e osso. Mas existem algumas situações, que só dá para partilhar com quem já vivenciou ou está na mesma situação. Por isso, amo tanto os meus “amigos de Destino”.
É um sentimento estranho de cumplicidade, de carinho e admiração, de torcida pelo outro, por pessoas que nem conhecemos. Mas que certamente, estão fazendo a diferença em nossas vidas!

Inscreva o seu email e receba em primeira mão conteúdos e atualizações do meu blog.

Amigos que o Câncer trouxe
Algumas amigas do peito de quando ainda estava em tratamento

2 Comentários

  1. Heloísa Werzancy da Silva de Lima

    Bom dia , obrigada por ter me recebido como sua amiga pra mim foi muito bom pode falar um pouco da minha história e superação do câncer de mama , participar do sua história de vida,de amor e força pra ajudar as outras pessoas isto é importante pra cada um que recebe . Obrigada Amiga por tudo qualquer dia vou te conhecer pessoalmente .❤😘😘

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *