Como Amar, Apoiar e Cuidar do Paciente de Câncer…

Afinal, como Amar, Apoiar e Cuidar do Paciente de Câncer ?

O que podemos fazer para ajudar aqueles que amamos a superar esse imenso desafio chamado: Câncer ?

Diariamente recebo dezenas de pedido de ajuda nesse sentido

Eu  inclusive, já escrevi sobre esse assunto no Blog e você pode ler aqui: Como ajudar quem tem Câncer? 

Nesse Artigo, compartilhei as minhas 10 dicas  para as famílias e amigos que desejam ajudar quem tem Câncer.

Também já falei sobre: O que dizer e o que não dizer a quem tem Câncer?

Mas dessa vez, quero fazer algo diferente…

Pois afinal de contas, sou paciente oncológica, mas nunca cuidei de ninguém que tivesse Câncer.

Como faz tempo que não conto Histórias de Superação aqui no Blog, irei compartilhar a História de um amigo querido, sob o olhar de sua esposa, que também aprendi a admirar…

Já contei a História do leandro aqui no Blog em 2015,  porque ele teve Câncer de mama: Você sabia que existe Câncer de Mama masculino? 

Mas infelizmente, recentemente a doença voltou…

E quem vai contar essa história é a sua esposa.

Como Amar, Apoiar e Cuidar do Paciente de Câncer…

Como Amar, Apoiar e Cuidar do Paciente de Câncer...

Olá, me chamo Marina.

E em Maio de 2017 fui diagnosticada com câncer na bexiga a Próstata.

Além de metástases pulmonares, vértebras e coluna.

Com certeza você deve está se perguntando ou lendo e relendo o meu diagnóstico…

É verdade, mulher não tem próstata!

Esse é o diagnóstico do meu marido, Leandro que tem 47 anos, não fumante e que tinha uma vida ativa e normal.

Um diagnóstico de câncer na família, também  nos torna paciente.

Nossa vida parou!

No auge do nosso negócio em total funcionamento recebemos uma das piores notícia que poderíamos receber: “Câncer”!

sim! Esse nome assusta a todos…

Meu marido realizou 2 cirurgias, ficou internado por 3 vezes.

Corri com ele para a emergência umas 10 vezes para ele colocar sonda…

Além disso, ele fez uns 7 exames (inclusive o temido Pet-Tc scan).

Foram muitas noites sem dormir, sem comer.

Cada consulta era pior do que a outra…

Os médicos não esconderam de mim o grau da doença.

Fui em muitas consultas sozinhas e soube de coisas que não compartilhei com meu marido.

Chorei muitas noites, tive medo, fiquei irritada, mas decidi lutar por ele.

Sim, ele não quis mais lutar, pensou em desistir…

Se sentiu triste e pediu a morte.

Eu me fiz de forte e descobri que eu poderia ajudá- lo mais do que eu imaginava.

Abria as janelas da casa e narrava para ele como o dia estava lindo.

Temos um filho de 1 ano e 9 meses e eu levava meu filho para beijá-lo.

Meu marido ficou com uma sonda por quase 3 meses e nosso filho entendia que aquilo impedia o pai de levantar da cama e chutava a sonda com raiva.

Aquilo foi trazendo uma revolta ao Leandro, e fazia ele ter vontade de levantar e pegar o filho no colo mesmo que por alguns segundos, porque a fraqueza o impedia.

Por fim, começamos o tratamento…

A primeira dose foi a de radioterapia ( 28 sessões em dose única).

Ou seja ele fez 28 sessões de rádio em um único dia!

Em 1 mês, ele emagreceu 30 kilos.

Um dia após a radio começamos a quimioterapia.

Quanto sofrimento!

Enjoos, dores, dimorf de 6 em 6 horas.

O caso do meu marido é gravíssimo, mas eu nunca desisti dele.

Como Amar, Apoiar e Cuidar do Paciente de Câncer...

Eu o amo demais para aceitar a ideia que ele poderia partir assim.

Eu creio que a última palavra é de Deus e que a Fé sempre foi minha companheira.

Hoje fazemos a nossa parte:

Meu marido está na quinta sessão de quimio.

Faz hormonoterapia e tratamento p/ anemia.

As doses de morfina diminuíram, ele já está sem sonda, já come de tudo, anda, dirige voltou a tocar nosso negócio e já consegue brincar com o nosso filho.

Os exames estão surpreendendo os médicos e a cada resultado as melhoras são visíveis.

Ele não perdeu cabelo, ele temia muito por isso.

Voltou a fazer radioterapia por orientação do médico para uma melhora na bexiga.

Eu acompanho em tudo e faço com prazer porque eu o amo e tenho Fé que ele vai ficar curado!

Quem me conhece, sabe o quanto sou curiosa. He! He!
Então, eu não resisti e fiz mais algumas perguntas para a Marina…

Paty:  Há quanto tempo vocês estão juntos?

Marina: Estamos juntos há pouco tempo, são 3 anos.

Quando conheci o Leandro ele me contou sobre o câncer de mama que ele teve recentemente. Após uns 3 meses de relacionamento,  ele quis terminar comigo porque tinha medo que ele ficasse doente novamente.

Ele dizia que não queria que eu sofresse porque ele me amava muito.

Mas, eu consegui convencê- lo que não podemos viver com medo.

(Bom, só por questão de informação o câncer da bexiga não tem nada haver com o da mama. Realmente, ele foi curado do câncer da mama.)

Paty:  O que você sentiu quando ele recebeu o diagnóstico?

Eu me senti sem chão mas com uma vontade enorme de lutar…

Foi muito triste!  Eu queria muito passar para ele a fé e a vontade que eu tinha que ele ficasse curado…

Eu dava palavras de ânimo e sempre falei que a última palavra é de Deus.

Paty: O que fazia ou falava quando ele desistiu de lutar? 

Nós temos um filho de 1 ano e 9 meses. E eu sempre lembrava a ele que tinha que lutar pelo nosso filho, pelo nosso Amor, pela nossa família.

E que se fosse preciso eu o carregaria nas costas…

Narrava para ele como estava o dia e que sol estava lindo, abria as janelas porque ele já não queria sair do escuro.

Fazia planos para o futuro, planejava viagens…

Fazia tudo p/ ele saber que existe um amanhã e que tudo ia ficar bem!

Paty:  Como está o tratamento do Leandro hoje? Que avanços ele já teve com o tratamento? 

O diagnóstico do Leandro era de morte.

Após o exame do PET-TC, a médica usou a expressão que era muita doença para uma pessoa só e que ele poderia morrer a qualquer momento.

Hoje, após a primeira químio, a cada exame as melhoras são visíveis!

Ele aos poucos tem voltado a rotina, o PSA dele despencou!

E o termo usado pelo médico na última consulta dia 21/11/17, foi que surpreendentemente o quadro clínico do Leandro é ótimo.

E que ele é  outra pessoas de uns 2 meses pra cá!

Paty:  O que você diria para outros cuidadores? 

Eu sei que a luta não é fácil, mas que tenham muita paciência, amor e principalmente FÉ.

Busque forças em Deus para ajudar quem você ama…

E nunca se esqueça que Deus faz milagres e que Ele pode sempre nos ajudar!

Paty:  O que você aprendeu ou tem aprendido com essa experiência de vida?

Na verdade o que ainda estou aprendendo é a exercitar  a minha FÉ…

Ela realmente move montanhas e  Deus nos carrega no colo quando achamos que não conseguimos mais.

Aprendi que  nós temos que fazer nossa parte… E Deus vai abençoar e nos consolar…

E se tudo der certo Ele é Deus… E se não der certo, Ele continua sendo Deus…

Como Amar, Apoiar e Cuidar do Paciente de Câncer...

Eu também tenho fé que voltarei em breve a contar a História de superação dos meus amigos Leandro e Marina a todos vocês!

Espero que essa História de Fé,  amor e companheirismo possa te inspirar a seguir em frente!

E quem quiser escrever uma mensagem de carinho e apoio ao casal, basta escrever logo aqui abaixo do Post.

—————————————————————————————————————————————-
RECOMENDADO:
http://edz.la/HMPEX?a=964573&utm_source=isca-50perg-BLOG-MARINA-LEANDRO

Após o diagnóstico de câncer, você sabe as perguntas certas que deve fazer para o seu Oncologista ?

Já no início do meu tratamento, criei esse blog para compartilhar tudo o que estava aprendendo desde então.

E desde essa época, eu tenho falado com centenas de pacientes com câncer…

E as dúvidas são recorrentes.

Decidi então escrever esse manual pra te ajudar.

Assim que fui diagnosticada, eu adoraria ter a orientação de alguém  que já passou pela experiência que eu estava prestes a iniciar!

Eu estava assustada, me sentia perdida e sozinha… Por isso, escrevi esse guia…

Você pode ter acesso GRATUITAMENTE  a uma compilação de questões essenciais apresentadas por mim,  pelos médicos, outros pacientes e seus entes queridos.

O guia inclui uma lista de perguntas para impressão.

Não deixe o medo, incerteza e a impotência influenciar o seu processo de tomada de decisão.

Basta clicar na foto e cadastrar o e-mail para onde você deseja que o Livro Digital seja enviado.

12 Comentários


  1. E ao casal Deus está com vcs ,fica na paz já são vencedoresb js


  2. Que emocionante os depoimentos, o que nos consola é saber que não estamos só. Alem de Deus tem vcs que são anjos na terra! Obrigado a todos pelo carinho e força! Bjao no coração!


  3. Marina gostei do seu depoimento,quando agente ama não existe barreiras,continua a lutar pelo seu amor,voces dois segura na mão de Deus que a cura vai chegar,vocês são uns guerreiros.


  4. Deus abençoe Marina continue confiando no senhor e este amor que você tem por Leandro é mais uma razão para Deus honrar sua fé e operar o milagre na vida de vcs me chamo juçara estou fazendo rádio tive câncer de mama já operei ainda em tratamento mais creio que estou curada posso dizer que a família é muito importante nesses momentos muita força para a familia


  5. Para Deus não há impossível Deus no controle .Deus e fiel

← Anteriores Página 2 de 3 Próximo →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *