Tratamento de câncer: tudo sobre a radioterapia

Vai começar a fazer sessões de radioterapia em seu tratamento de câncer e está com medo? 

 

Saiba que o tratamento de rádio não é nenhum bicho de sete cabeças, viu? Basta cumprir o tratamento certinho, sem esquecer dos cuidados com a pele e alimentação! 

 

Nesse post, eu vou te contar tim-tim por tim-tim como funciona a radioterapia, como foi pra mim em meu tratamento de câncer e como pode ser pra você! Continue lendo para descobrir.

 

Season 3 Smiling GIF by Law & Order - Find & Share on GIPHY

 

Pronto para aprender sobre a radioterapia? Vem comigo. | Foto: Giphy.

 

O que é a radioterapia? 

A radioterapia ajuda a desacelerar o crescimento de um tumor, diminuir um tumor, diminuir o risco que o câncer volte e reduzir os sintomas do câncer.

 

No meu caso, por exemplo, eu já havia feito a cirurgia e retirado o tumor. Mas como o tumor estava criado a Toddynho, pois tinha 7 centímetros, fiz a radioterapia preventivamente.

 

Ela é feita utilizando raios ionizantes que atacam os tumores malignos, inibindo o crescimento de suas células.

 

Esses raios ionizantes são os mesmo utilizados em um raio-X, só que em quantidades muito grandes, que podem afetar a estrutura de um organismo.

 

X-Men Apocalypse GIF by 20th Century Fox - Find & Share on GIPHY

 

Mas também não precisa achar que eles vão ser iguais aos raios do Ciclope, né? | Foto: Giphy.

 

Eles são direcionados ao tumor, ou o local onde ele estava. E, embora encostem nas células saudáveis, a sua interferência é mínima, devido ao fato de que células saudáveis se regeneram fácilmente após o tratamento, ao contrário das células dos tumores malignos.

 

Por isso, não é necessário se preocupar, pois o uso da radiação é seguro, invisível e indolor.

 

X Men Comfort GIF - Find & Share on GIPHY

 

Pode ficar tranquilo. | Foto: Giphy.

 

Antes que a gente se exponha à luz do laser, que à primeira vista a máquina imponente pode assustar, é feita toda uma avaliação e medição dos lugares onde serão direcionados os lasers.

 

O local onde o laser será aplicado dependerá da localização do tumor, ou dos tumores (nesse caso exigindo mais marcações), dos exames do paciente e do estado de saúde atual do paciente, sendo possível adiar ou adiantar sessões.

 

A espera antes da aplicação do laser é meio chatinha porque é preciso ficar muito bem parado pelo tempo em que os especialistas vão calcular exatamente onde serão aplicados os lasers. 

 

Você não pode se deslocar nem um pouquinho, todos os procedimentos devem ser feitos na mesma exata posição!

 

Cat Watching GIF - Find & Share on GIPHY

 

Essa é a hora de treinar suas habilidades de ficar “estátua”. | Foto: Giphy.

 

No total leva 10 a 15 minutos mas a maior parte fica para esse cálculo feito por médicos e físicos e só 2 a 3 minutinhos são necessários para a aplicação do laser. 

 

Uma coisa que ajuda nesse processo é a marcação tipo “tatuagem”. No entanto, no intervalo de cada sessão (que é feita diariamente com exceção dos fins de semana) você tem que ficar tomando o famoso banho de “carapecú” ( lava a cara, o pé e o …) , evitando manchar as marquinhas.

 

Em casos de tumores como os de cabeça e pescoço, é usada uma prótese de plástico, que é uma espécie de máscara para ajudar a manter a cabeça parada.

 

Físicos e médicos calculam o local exato onde o laser será aplicado, e também a sua potência ideal. | Foto: Freepik.

 

 

Qual tipo de câncer é tratado com radioterapia?

A radiografia costuma ser usada em vários tipos de câncer.

 

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), em torno de 70% dos pacientes com diagnóstico de câncer serão submetidos à radioterapia em alguma fase do seu tratamento.

 

Quando a radioterapia é necessária como tratamento? 

A radioterapia é usada não só para tratamento de tumores malignos, mas de benignos também, já que é comum que a sua utilidade seja fazer uma espécie de limpa pré ou pós-cirurgia.

 

Como a radioterapia ajuda a diminuir o tamanho do tumor, isso facilitaria a sua retirada. A radioterapia pós-cirurgia ajuda a alcançar aquelas células mutantes insistentes que continuam incomodando e até atua de forma preventiva impedindo uma reincidência tumoral. 

 

Para amenizar os sintomas do câncer 

 

O tratamento ajuda a conter sangramentos, cuidar da pressão e diminuir dores, tudo isso melhorando a qualidade de vida do paciente e aumentando suas chances de cura.

 

Happy Mental Health GIF by Mat Voyce - Find & Share on GIPHY

 

“Se mantenha positivo”. | Foto: Giphy.

 

 

Diferentes tipos de radioterapia 

Você sabia que existe radioterapia interna e externa? Veja abaixo a diferença entre elas:

 

Radioterapia interna 

 

A radioterapia interna ou braquiterapia é quando o laser entra em contato direto com o tumor. O laser fica tão próximo que a quantidade de irradiação é reduzida.

 

No entanto, esse tratamento só é recomendado em casos de tumores menorzinhos e menos difíceis. Como possui efeito reduzido, costuma ser aplicado de forma complementar à radioterapia externa.

 

Aqui a radioterapia é feita de forma pontual já que o contato é feito diretamente na cavidade.

 

Radioterapia externa 

 

A radioterapia externa é a mais comum e utiliza quantidades radioativas maiores, porém em uma distância maior também, respeitando a segurança do paciente.

 

As sessões são de curta duração diária e feitas durante algumas semanas.

 

Como fica uma pessoa que faz radioterapia? 

Existem alguns efeitos colaterais que podem ser ocasionados por conta da radioterapia. Tudo irá depender da dose utilizada e do tipo de tumor de cada pessoa: os efeitos colaterais de um câncer de fígado não são exatamente os mesmos de um câncer de estômago, por exemplo. 

 

Tosse, diarréia, e certas inflamações só vão acontecer devido a certas áreas atingidas, mas, mesmo assim, seus efeitos são controlados pela medicação e acompanhamento médico.

 

No geral, é comum que as pessoas reclamem de cansaço, este que costuma chegar depois de umas três semanas de tratamento. Mas, no meu caso, o que eu posso dizer é que eu me cansei muito mais entre as idas e vindas do hospital do que pela radioterapia.

 

Sleepy The Tourist GIF by HBO Max - Find & Share on GIPHY

 

Só de pensar, chega a dar um soninho. | Foto: Giphy.

 

Inclusive, se pudesse, eu teria feito mais radioterapias e menos quimioterapias, já que a rádio é menos invasiva.

 

Enquanto a quimioterapia age de forma oral ou venosa e atua no corpo inteiro, tornando os efeitos colaterais muito maiores, a terapia de rádio age diretamente no local onde está o tumor.

 

Estou dizendo que a quimioterapia deve ser descartada? Não. Mas a radioterapia é um ótimo tratamento para ser incluído com a quimioterapia bem como outros tratamentos, e talvez devêssemos abrir mais espaço para a radioterapia.

 

A quimioterapia é muito indicada em caso de metástase, que é quando o tumor se espalha pelo corpo.

 

Por isso, é sempre muito importante manter um contato mais próximo com o médico, se conscientizar de todas as possibilidades de tratamentos e tirar todas as suas dúvidas.

 

Voltando ao assunto, outra questão que costuma afetar as pessoas (além do cansaço) são reações na pele, como irritações ou queimaduras parecidas com as de sol. 

 

Quando estava me tratando do câncer de mama, fiz 28 sessões de radioterapia. No início, não sentia absolutamente nada e cheguei a me questionar se estavam aplicando a radiação em mim, mas com o tempo meu seio começou a “bronzear” e, nas últimas sessões de radioterapia, eu fiquei com meu seio super escuro, como se tivesse pegado sol só nele! 

 

 

Tan Ross Geller GIF - Find & Share on GIPHY

 

Aposto que você não sabia disso. | Foto: Giphy.

 

 

Mas com o tempo e com a ajuda da pomada indicada pela minha médica, rapidinho meu peito estava tinindo e novinho em folha!

 

E olha que eu já tinha feito: uma mastectomia com reconstrução imediata em um hospital na Alemanha! Os médicos brasileiros não são muito fãs de reconstruções mamárias feitas antes do término do tratamento de câncer, já que há riscos de encapsulamento da prótese, ou seja, de a prótese ficar “empedrada”. 

 

Mas, sou super a favor, pensando na autoestima e no emocional do paciente. 

Vamos combinar que ninguém precisa ficar um ano ou mais sem peito porque está tratando um câncer.  Claro que a nossa vida é o mais importante, mas a gente já tem que superar tanta coisa, se puder manter os seus seios, por que não?

 

E sobre a minha prótese, ela não encapsulou, ainda bem.

 

Mais informações e tratamento para câncer 

Para que o tratamento seja um suporte para melhorar a sua qualidade de vida e não um fardo, é necessário que você siga direitinho o seu tratamento. Aqui vão algumas dicas simples:

 

Os cuidados pós procedimento ajudam a manter a pele saudável e diminuir os efeitos colaterais. | Foto: Freepik.



  1. Alimentação: a radiologia  costuma contar com uma equipe que orienta em questões alimentares também. Por isso, é recomendado fazer refeições leves. Para evitar o enjoo recomendo que você se alimente de pouquinho em pouquinho mas de forma alguma dê trabalho para comer! Desnutrição é um dos males que mais afetam pacientes com câncer e isso interfere e muito no tratamento!

  2. Hidrate-se: durante meu tratamento foi recomendado que eu bebesse 4 litros de água por dia! Isso fez muita diferença na forma como eu me sentia. Beber muita água diminui a fadiga, aumenta a disposição e ajuda a hidratar e regenerar a pele! Levo esse hábito comigo até hoje.

  3. Cuidado com o sol: como se tratam de pequenas queimaduras, é necessário que você não se exponha a área irradiada ao sol de jeito nenhum! Use blusas com fator de proteção UV  e opte por roupas claras e de algodão pra você não morrer de calor!

  4. Hora do banho: lembra do banho de carapecú? É importante que você não desmanche as marcações que foram feitas pelos médicos. Claro que elas podem ser feitas de novo, mas você não vai querer passar por esse processo de cálculo e marcação de novo e de novo, né? Nem os médicos…

  5. Não depile: como o local onde foi feita a rádio está muito sensível, depilar pode irritar e machucar a sua pele. Se os pêlos da sua axila estão voltando, segure essa vontade!

  6. Roupas confortáveis: roupas confortáveis te ajudam a passar mais tranquilamente pelo estresse das queimaduras.

  7. Evite cosméticos: nada de perfumes, loções, desodorantes e outros cosméticos próximos a região ionizadas, não queremos acarretar nenhuma irritação. Após o tratamento você pode investir em bastante hidratação no local afetado, a pele agradece!

 

Happy I Love You GIF by The Swoon - Find & Share on GIPHY

 

Gostou das dicas que viu até aqui? | Foto: Giphy.

 

Agora que você já conhece mais sobre o tratamento de câncer com radioterapia, te convido a explorar a minha série de livros destinados a pessoas que estão afim de dar um passo a mais e se familiarizar com segredos nutritivos e questões médicas relacionadas à terapia oncológica! Clique aqui.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *