Câncer de pulmão: Saiba porque Aracy Balabanian desenvolveu a doença mesmo sem nunca ter fumado

Hoje, gostaria de compartilhar com vocês uma história que me impactou profundamente e me levou a refletir sobre o câncer de pulmão de uma maneira totalmente diferente. Quando ouvimos falar sobre essa doença, é comum associá-la ao hábito do tabagismo, mas o que vou contar aqui desafia essa noção preconcebida.

Há algum tempo, deparei-me com a notícia surpreendente de que Aracy Balabanian, uma talentosa e querida atriz do nosso país, foi diagnosticada com câncer de pulmão, apesar de nunca ter fumado um único cigarro em sua vida. Essa revelação me fez questionar profundamente a complexidade dessa doença e o quão importante é entendermos que ela não faz distinções.

Neste texto, vamos explorar os mistérios por trás do câncer de pulmão em não fumantes, desvendando os fatores de risco que vão além do tabagismo. Vamos mergulhar na história de Aracy Balabanian e examinar o que a levou a enfrentar essa batalha inesperada. Ao fazer isso, espero abrir nossos olhos para a diversidade de casos e desafios que enfrentamos quando se trata dessa condição.

Retrato-da-atriz-aracy-balabanian-sorrindo
Conheça melhor a história de Aracy Balabanian. | Foto: Reprodução / Globo / Pipoca Moderna.

Quem foi Aracy Balabanian? 

Antes de mais nada, vamos falar um pouco sobre a incrível Aracy Balabanian, uma atriz que dedicou mais de seis décadas de sua vida à TV, ao teatro e ao cinema. Ela tinha raízes profundas, filha de imigrantes armênios que escaparam do genocídio nas mãos dos turcos otomanos e encontraram um lar em Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

O começo de sua jornada artística não foi fácil. Aracy enfrentou o preconceito da época quando decidiu seguir sua paixão pelos palcos. Ela era uma verdadeira pioneira.

Em 2020, Aracy Balabanian enfrentou um desafio de saúde. Ela foi hospitalizada devido a problemas respiratórios, mas após quatro dias, recebeu alta. Dado seu status de alto risco durante a pandemia da Covid-19, ela foi temporariamente afastada do elenco da novela “Quanto Mais Vida Melhor!” da Globo, onde estava escalada para atuar em 2021.

Tragicamente, em 7 de agosto de 2023, Aracy Balabanian nos deixou aos 83 anos. A causa foi um câncer de pulmão que ela descobriu em outubro de 2022, já em estágio avançado. Sua partida deixou uma lacuna na indústria do entretenimento, mas sua trajetória inspiradora e seu talento durarão para sempre.

O que está ligado ao câncer de pulmão, além do consumo de tabaco? 

Agora, vou falar um pouco sobre os fatores que podem desencadear o câncer de pulmão, mas de uma forma mais leve e informativa.

O Instituto Nacional do Câncer (Inca) nos lembra que o hábito de fumar e a exposição passiva ao tabaco são os principais culpados por esse tipo de câncer. Em números, aproximadamente 85% dos casos estão relacionados ao tabagismo. Mas, olhando além disso, há outros problemas que também podem contribuir para o desenvolvimento dessa condição.

A exposição a substâncias cancerígenas, por exemplo, pode aumentar as chances de desenvolver um tumor pulmonar. Surpreendentemente, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) estima que de 17% a 29% dos casos de câncer de pulmão podem estar ligados às nossas atividades no trabalho. Isso leva em conta coisas como quanto tempo ficamos expostos a essas substâncias no ambiente de trabalho e até mesmo fatores genéticos.

Então, lembre-se, enquanto é verdade que o tabagismo é o vilão número um nessa história, existem outros fatores em jogo quando se trata de câncer de pulmão. Afinal, o mais importante é estarmos informados para tomar decisões mais saudáveis em nossas vidas.

Como é feito o diagnóstico do câncer de pulmão? 

O diagnóstico do câncer de pulmão começa com uma série de etapas importantes e é fundamental entender como ela acontece.

  1. Avaliação dos Sintomas: Tudo geralmente começa com sintomas que podem variar de pessoa para pessoa. Alguns dos sinais mais comuns incluem tosse persistente, falta de ar, dor no peito e até mesmo escarro com vestígios de sangue. Se você ou alguém que você conhece está enfrentando esses sintomas, é crucial procurar atendimento médico.
  2. Exames Iniciais: O próximo passo envolve uma série de exames iniciais. O médico geralmente começará com um raio-X do tórax, que pode fornecer uma visão inicial dos pulmões e identificar possíveis massas ou anormalidades.
  3. Tomografia Computadorizada (TC): Se houver suspeita de câncer, uma tomografia computadorizada é frequentemente realizada. Esse exame é mais detalhado que o raio-X e pode mostrar com mais precisão a extensão das lesões nos pulmões.
  4. Biópsia: A confirmação definitiva do câncer de pulmão geralmente requer uma biópsia. Existem várias maneiras de fazer isso, mas uma das mais comuns é a biópsia por agulha. Nesse procedimento, uma pequena amostra do tecido pulmonar é retirada para análise laboratorial. Isso ajudará a determinar o tipo de câncer e sua gravidade.
  5. Estadiamento: Após o diagnóstico, é importante entender o estágio do câncer, ou seja, o quão avançada está a doença e se ela se espalhou para outras partes do corpo. Exames como a PET-CT e a ressonância magnética podem ser usados para essa avaliação.
  6. Equipe Multidisciplinar: Uma vez confirmado o diagnóstico, o tratamento é discutido. O câncer de pulmão é complexo e muitas vezes requer uma abordagem multidisciplinar envolvendo oncologistas, cirurgiões, radioterapeutas e outros especialistas.

O diagnóstico do câncer de pulmão é um processo que exige paciência e colaboração com a equipe médica. É essencial estar bem informado sobre os sintomas, buscar atendimento médico assim que eles surgirem e seguir todas as orientações de diagnóstico e tratamento.

Conheça os tratamentos possíveis para câncer de pulmão 

Os tratamentos disponíveis para o câncer de pulmão:

  1. Cirurgia: Em alguns casos, quando o câncer de pulmão é diagnosticado em estágios iniciais e localizado, a cirurgia pode ser uma opção. Esse procedimento envolve a remoção do tumor ou até mesmo de parte do pulmão afetado. A cirurgia é mais eficaz quando a doença não se espalhou para outras partes do corpo.
  2. Radioterapia: A radioterapia é uma opção de tratamento que utiliza radiações de alta energia para eliminar as células cancerígenas ou reduzir o tamanho do tumor. Pode ser usada como tratamento principal ou em combinação com cirurgia ou quimioterapia.
  3. Quimioterapia: A quimioterapia é uma abordagem sistêmica que utiliza medicamentos para combater o câncer de pulmão. Ela pode ser administrada por via oral ou intravenosa e é frequentemente usada quando o câncer se espalhou para outras partes do corpo.
  4. Terapias-alvo: As chamadas terapias-alvo são medicamentos que miram especificamente em certas proteínas ou marcadores presentes nas células cancerígenas. Essas terapias são mais direcionadas e causam menos danos às células saudáveis, o que pode resultar em menos efeitos colaterais.
  5. Imunoterapia: A imunoterapia é uma abordagem empolgante que estimula o sistema imunológico do corpo a reconhecer e atacar as células cancerígenas. Ela tem mostrado resultados promissores no tratamento de câncer de pulmão, especialmente em casos avançados.
  6. Terapia combinada: Em muitos casos, uma combinação de tratamentos é usada para abordar o câncer de pulmão de diferentes ângulos. Isso pode envolver cirurgia seguida de quimioterapia, radioterapia com imunoterapia, ou outras combinações, dependendo do estágio e do tipo de câncer.

Lembrando que a escolha do tratamento depende de vários fatores, incluindo o estágio do câncer, a saúde geral do paciente e as preferências individuais. É fundamental discutir todas as opções com uma equipe médica especializada para criar um plano de tratamento adequado.

Bem, chegamos ao final dessa jornada esclarecedora sobre o câncer de pulmão e a surpreendente história de Aracy Balabanian. Espero que, assim como eu, você tenha encontrado inspiração e conhecimento ao longo deste texto.



É com muita alegria no que anuncio que estão abertas  as inscrições para a Mentoria:

 Minha Alimentação Anticâncer 
DETOX TERAPÊUTICO

Esse é o meu acompanhamento de perto por 1 ano para te ajudar a transformar a sua saúde através da alimentação. 

CLIQUE em AQUI para conhecer mais detalhes e garantir a sua participação

⬇️⬇️⬇️

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *