O câncer se alimenta de açúcar

O câncer se alimenta de açúcar ? O que ? É sério isso ?

Depois de ter sido diagnosticada com câncer, e saber de todo o preço que teria que pagar para ficar curada:

Desde a mastectomia, a quimioterapia, a radioterapia.

Enfim, todo o tratamento… Descobrir que o açúcar refinado é um veneno para a minha saúde  foi uma das  piores notícia que recebi

Eu que sempre gostei de doces…

Era chocólatra e me controlava apenas o suficiente para não ganhar peso.

De repente, me vi obrigada a reduzir radicalmente o consumo de açúcar em favor de minha saúde.

O câncer se alimenta de açúcar



MINISSÉRIE COMO ENFRENTAR O CÂNCER

O Câncer pode ser a sua oportunidade para Mudar e Viver Com Mais Propósito e Plenitude.

[100% ON LINE e GRATUITO]

Clique ABAIXO ⤵ para assistir aos episódios quanto eles forem no ar

[3 a 10 de Dezembro]

Por que o Câncer se alimenta de açúcar?

Infelizmente, muitos médicos ao serem questionados sobre o açúcar, dizem não haver comprovação científica.

Porém, já está mais que comprovado que o excesso de açúcar é responsável pelo surto de obesidade que estamos vivendo.

E também, já está mais que comprovado que a obesidade é o segundo maior fator de risco para se ter câncer, perdendo apenas para o tabagismo.

Ora, somente essa relação entre o açúcar e câncer já deveria ser mais que suficiente para os médicos nos orientarem a parar ou pelo menos reduzir o consumo de açúcar refinado!

E para quem acha que estou exagerando, vai aí um argumento difícil de rebater:

Quem já fez o exame PET SCAN, muito comum para detectar cânceres e metástases.

Se teve a curiosidade de pesquisar como  funciona, descobriu que este exame nada mais faz do que medir as regiões do corpo que consumem mais glicose.

Se uma região se distingue de outras por um consumo excessivo de glicose, há uma forte probabilidade de que se trate de um tumor.

Acontece, que quando ingerimos açúcar ou farinhas brancas, esses alimentos fazem subir rapidamente a taxa de glicose no sangue (alimentos de índice glicêmico elevado)

Então, nosso corpo libera imediatamente uma dose de insulina para permitir que a glicose penetre nas células.

A secreção de insulina é acompanhada da liberação de uma outra molécula chamada IGF (fator de crescimento semelhante á insulina). Cuja característica é estimular o crescimento das células.

Resumindo: o açúcar nutre e faz os tecidos crescerem rapidamente.

Paralelamente, a insulina e o IGF favorecem os fatores de inflamação, formando um terreno fértil para o surgimento e/ou crescimento dos tumores.

O câncer se alimenta de açúcar

O açúcar e o câncer estão intimamente ligados.

Sabe-se que as pessoas que sofrem de diabetes (que se caracteriza por uma taxa de açúcar muito elevada no sangue) têm um risco de câncer mais elevado que a média.

Por outro lado, medicamentos usados para combater o câncer, costumam piorar o diabetes.

A quimioterapia pode causar estragos nos níveis de açúcar no sangue.

E os glicocorticoides, amplamente prescritos para aliviar a náusea em pacientes com câncer, promovem a resistência à insulina, segundo Lorraine L. Lipscombe, do Hospital do Women’s College, em Toronto.

Lipscombe foi uma das autoras de um estudo abrangente realizado em 2014. Esse estudo revelou que sobreviventes ao câncer de mama tinham 20% mais chances de serem diagnosticadas com diabetes do que outras mulheres.

O estudo encontrou evidências de que glicocorticoides e a quimioterapia podem acelerar o aparecimento do diabetes.

“Eles não causam diabetes em todo mundo, mas podem fazer a doença ser notada ou acelerar seu surgimento em pessoas que já estejam vulneráveis”, afirmou.

Um estudo que compara as populações asiáticas com as ocidentais chegou a seguinte conclusão:

As pessoas que têm uma dieta asiática com pouco açúcar tendem a ter cinco vezes menos câncer dependentes de ações de hormônios do que as que têm dietas com muito açúcar e alimentos refinados.

Como é típico da maioria das nações industriais, como a nossa!

Por tudo isso, quem quer evitar o câncer deve limitar seriamente sua ingestão de açúcar e de farinhas brancas.

As frutas estão liberadas,  obviamente sem açúcar e caldas.

E temos que aprender a utilizar substitutos naturais do açúcar que não provoquem pico de glicemia, insulina e IGF.

Já falei sobre esse assunto no Artigo – A polêmica do Adoçante: Quais as melhores opções para a nossa saúde ? 
 Nesse vídeo eu exploro um pouco mais esse assunto tão polêmico.

fonte de pesquisa : livro Anticâncer

David Servan Shreiber



 

Dieta Alcalina

Você sabia que os ALIMENTOS ALCALINOS são essenciais para a nossa saúde?

Conheça o meu Livro Digital “Minha Dieta AntiCâncer – Alimentos Alcalinos” e descubra como equilibrar o seu corpo e manter as DOENÇAS LONGE de você!

Basta clicar AGORA no botão verde Abaixo

setabotao



21 Comentários


  1. A minha nutricionista me recomendou substituir o açúcar refinado por mel de agave ou adoçante sulcralose ou stévia. Bjs


  2. Ola, meu nome é Selma e fiquei interessada em saber qual açúcar posso substituir na alimentação. Confesso estar apreensiva com relação a isso. Tirei um câncer de mama, fiz esvaziamento axilar e já estou na terceira (penúltima)do segundo ciclo. Próximo passo radioterapia e 5 anos de medicação. Tenho acompanhado suas publicações muito tem me ajudado. Obrigada!!


  3. Amei essas informações. É de grande valia para a manutenção da saúde física e até mental. Bjs

Página 1 de 5 Próximo →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *