Por que sentimos mais fome com a quimioterapia?

Você sabe, afinal de contas, por que sentimos mais fome com a quimioterapia?

Estou passada! Cheguei da minha nutricionista com a triste notícia de que engordei dois quilos em menos de dois meses!

Quando fui na minha primeira consulta com ela, antes de começar a quimio, estava três quilos acima do meu peso.

Natural, acabei de voltar de férias, e como descobri a minha doença lá, comi ainda mais por ansiedade.

Por que sentimos mais fome com a quimioterapia

 

No entanto, fechei a minha boca e um mês depois já tinha voltado ao meu peso normal.

Até que emagrecer foi relativamente fácil, mas eu só tinha feito o meu primeiro ciclo de quimioterapia.

E os enjoos e falta de apetite ajudaram.

Desde então, quando descobri que a probabilidade de engordar durante o tratamento, ao invés de emagrecer (veja o post: quimioterapia engorda?), prometi para mim mesma que iria terminar o tratamento com o mesmo peso que comecei.

Tarefa quase impossível!

Primeiro porque sinto uma fome monstro que nada é capaz de saciar… Nada mesmo!

E apesar de estar comendo saudável, não tem jeito, acabo exagerando na quantidade.

Além disso, apesar de estar praticando atividades físicas: a natação, as caminhadas e  a aula de spinning, não é nem de longe, a metade do que praticava antes de ser diagnosticada com câncer.

E aí, a continha é fácil:

Mais ingestão de alimentos, menos gasto calórico é igual a quilinhos extras.

Eu ando mesmo me estranhando no espelho, e nem é pela falta dos cabelos. Com isso já me acostumei. Mas eu que sempre tive o rosto fino, estou bochechuda e até com covinhas!

 

Por que sentimos mais fome com a quimioterapia

Mas, você sabe por que sentimos mais fome com a quimioterapia?

O vilão não é a quimioterapia em si, mas os corticoides (pré-quimioterapia) adotados como antieméticos (medicamentos para enjoos) e antialérgicos – além do tratamento com drogas hormonais.

Os corticosteroides retêm sal e água e induzem ao acúmulo da gordura na parte central do corpo (a barriga! Aff!!!!)

Bem que tenho me sentido um peixe barrigudinho ultimamente!!!!. Muitas vezes também há uma redução do funcionamento da glândula tireoide, por ação de alguns quimioterápicos.

A nutricionista me passou uma mistura natural para tomar duas vezes ao dia que abaixa o índice glicêmico das refeições e consequentemente aumenta a saciedade.

Além de conter fibras e colaborar com a regularização do funcionamento do intestino.

Fiz dois mix de sementes que mantenho na geladeira, e uma para doces e outra para salgados. Coloco na hora, sempre no iogurte e sucos ou saladas, tapiocas, omeletes, etc.

Recomendo essa mistura a todos que desejam perder peso de maneira saudável, independentemente de estarem em tratamento ou não. Não tem medida, faço no “olhômetro”.

Apelidei meu mix de sementes de ” pó de pirlimpimpim”
Para doces
  • Semente de chia
  • Farelo de gérmen de trigo
  • Linhaça
  • gergelim
Para salgados
  • Semente de chia
  • Farelo de gérmen de trigo
  • Linhaça
  • gergelim
  • Pó de cúrcuma (excelente anti oxidante e anticancerígeno)
  • Pimenta do reino (que otimiza o efeito da cúrcuma e ajuda a acelerar o metabolismo)
Por que sentimos mais fome com a quimioterapia


Você sabia que os ALIMENTOS ALCALINOS são essenciais para a nossa saúde?

Conheça o meu Livro Digital “Minha Alimentação AntiCâncer – Alimentos Alcalinos” e descubra como equilibrar o seu corpo e manter as DOENÇAS LONGE de você!

Basta clicar AGORA no botão verde Abaixo

setabotao



8 Comentários


  1. Eu sempre fui muito magra e pesava 53 kilos
    Acabei de finalizar as quiometerapias e estou com 60 kilos
    Na verdade acredito que metade dos kilos que engordei são inchaço.
    A fome que sinto é igual quando estava grávida, engordei na época 20 kilos mas também estava muito inchada, perdi tudo que engordei rapidíssimo, acredito que irei perder agora também. Tomara né.


  2. Verdade. Ao descobrir a doença linfoma tipo B já havia emagrecido 12 kg. Foi o que me assustou. Agora estou na 3° QT e engordei 2kg. Nunca fui magra e também não praticava esporte, atividades físicas.
    Hoje tenho me preocupado muito com a minha saúde e necessito estar bem emocionalmente, psicologicamente e físicamente para final do tratamento.


  3. Eu tbem estou percebendo que engordei e pribicalmente na barriga.Mas dou graças a Deus todos os dias e horas pela minha cura

Página 1 de 2 Próximo →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *