Existe vida sexual depois de um diagnóstico de câncer ?

 

Essa é a pergunta que não quer calar: Afinal, existe vida sexual depois de um diagnóstico de câncer?

Depois de um diagnóstico de câncer, especialmente durante o tratamento, nossa autoestima vai parar no dedão do pé… Perdemos os cabelos, cílios, sobrancelhas, ficamos inchadas do corticoides, ganhamos peso, as unhas ficam escuras, a pele seca, ganhamos cicatrizes… O câncer, especialmente o de mama, mexe profundamente não só com a nossa auto-imagem, mas com a nossa sexualidade.

A questão é que o tratamento é longo. Entre as cirurgias que fiz, quimioterapia e radioterapia, passaram-se 13 meses! E nesse período, não dá para parar a vida totalmente. Especialmente se temos um relacionamento, seja um casamento ou namoro… Infelizmente, vejo que muitos relacionamentos não sobrevivem a essa prova de fogo.

Eu mesma, especialmente durante a fase mais crítica do tratamento, tinha tanta coisa para superar, que agradeci por não ter que administrar mais esta questão. Agradeci por ser solteira e não estar namorando na época.

Mas felizmente, existem casais que conseguem, apesar e surpreendentemente por conta do câncer, escrever uma linda história de amor.

É disso que quero falar… De como o câncer, mudou a vida deste casal para melhor: Lilian e Rafael.

vida-sexual-depois-do-diagnóstico-de-câncer-cancerdemama-relacionamento-libido-sexo-quimioterapia-diagnostico-mamografia-mastectomia-semcabelo-careca-tratamento-dascoisasquetenhoaprendido

E sem delongas , vamos a pergunta que não quer calar: Existe vida sexual depois do diagnóstico? Quem vai responder está questão a Lilian Craveiro, que já contou a sua história no nosso blog: “Eu não vou entregar a minha vida para um tumor”

Olá! Me chamo Lilian, estou em tratamento contra um câncer de mama e,  posso dizer que minha libido durante o tratamento, está como o mico-leão-dourado para a fauna brasileira: em extinção!

Talvez você que lê agora, dê uma risadinha e pense: #TamoJunto
Mas existem detalhes que permeiam a intimidade de um casal, que transcendem o sexo!

Realmente a mulher precisa estar descansada, desestressada, com a cabeça tranquila, para então pensar nisso (salvo raras exceções!).

Mas e como fica o casamento?
Sim, porque em situação oposta se encontra o homem.

Quanto mais estressado, quanto mais agitado, mais ele deseja “aliviar” a mente. E advinha qual a forma que o homem prefere para “desestressar “… Hehehe

Então, como manter o equilíbrio? Um relacionamento saudável e íntimo, passando por tanta dor, sofrimento, desespero?

vida-sexual-depois-do-diagnóstico-de-câncer-cancerdemama-relacionamento-libido-sexo-quimioterapia-diagnostico-mamografia-mastectomia-semcabelo-careca-tratamento-dascoisasquetenhoaprendido (2)

Logo no segundo capítulo da Bíblia, Deus já ensina: não é bom que o homem esteja só. Com essa justificativa (orientação), ele cria a mulher.

Certamente, que essa criação vai muito além da procriação!
Ali foi estabelecida a família, o casamento, o relacionamento. Eu penso muito… Meu marido brinca, dizendo que tenho uma “mente doentia”! (Risos)

Mas viaje comigo, nos meus pensamentos!

O sexo não é o objetivo do casamento, mas ele é parte importante.
Para chegar até ele, precisamos ter segurança, nos sentir amadas, desejadas, próximas.

Você pode brigar feio com seu marido, e a seguir agarrá-lo, que ele estará pronto para o ato. Mas a mulher, de forma alguma conseguiria estar magoada com o homem e se deitar, entusiasmada, com ele.

Manter o bom diálogo, as atividades a dois, o toque das mãos dadas, o beijo (de língua, tá gente?!) são coisas essenciais.

vida-sexual-depois-do-diagnóstico-de-câncer-cancerdemama-relacionamento-libido-sexo-quimioterapia-diagnostico-mamografia-mastectomia-semcabelo-careca-tratamento-dascoisasquetenhoaprendido (3)

Tá cansada? Enjoada? Dolorida?
Toma um bom banho, coloca uma roupa limpa e cheirosa… Deita na sua cama e chama seu marido.

Calma! Calma!
Apenas peça a ele pra te emprestar seu braço.
Deite ali. Se achegue. Durma.

Ele ronca? Tudo bem. Ele já roncava antes de casar com você, e você escolheu ele mesmo assim.

Tem algo melhor do que se sentir amada e protegida?

Tá de dia?
Coloque um filme, uma música, faz uma pipoca no microondas, senta ao lado dele.
Não precisa falar nada…
Da uma voltinha na esquina com ele. Caminhe um pouco.

vida-sexual-depois-do-diagnóstico-de-câncer-cancerdemama-relacionamento-libido-sexo-quimioterapia-diagnostico-mamografia-mastectomia-semcabelo-careca-tratamento-dascoisasquetenhoaprendido (5)
Converse. Mas não apenas sobre suas dores, sobre os seus medos… Lembre de algo bom que vocês viveram. Talvez o nascimento dos filhos, de alguma viagem, sobre algo engraçado… Riam juntos.

Se permita lembrar do seu primeiro amor com seu marido!
Restabeleça o vínculo, o toque, o diálogo, a intimidade.

Você pode estar se perguntando: o que isso tem a ver com sexo?
A resposta é… TUDO!

Por dois motivos simples.
Com a intimidade restabelecida, com o carinho entre os dois, com olhos nos olhos, adivinha quem vai querer “ir além” ?  Você mesma!

O segundo motivo é o mais incrível! Esse eu vou dar a minha vida como exemplo.
Lembra do mico-leão-dourado? Pois é! Mas, apesar da atividade sexual mínima, beirando a casa do inexistente, nunca fui tão próxima do meu marido.

Impressionante, pois depois de 15 anos de relacionamento e 11 anos e meio de casamento, já passamos por muitas fases. Mas posso dizer que “nunca antes, na história desse país” me senti tão amada, tão desejada, tão cuidada, tão íntima.

vida-sexual-depois-do-diagnóstico-de-câncer-cancerdemama-relacionamento-libido-sexo-quimioterapia-diagnostico-mamografia-mastectomia-semcabelo-careca-tratamento-dascoisasquetenhoaprendido (6)

E ele?
Em outros tempos sua irritabilidade, pela escassez do ato sexual, seria nítida.
Só que hoje, descobrimos, juntos, que o amor vai além de qualquer ato.
Experimentamos uma cumplicidade, que um orgasmo jamais poderia atingir.
E isso tem que ser plantado, e depois regado diariamente.
Sim!

Dá trabalho. Mas um trabalho gostoso.
O câncer vai passar! Mas meu casamento estará de pé.
Mais que isso… Estará fortalecido, renovado e inabalável!

vida-sexual-depois-do-diagnóstico-de-câncer-cancerdemama-relacionamento-libido-sexo-quimioterapia-diagnostico-mamografia-mastectomia-semcabelo-careca-tratamento-dascoisasquetenhoaprendido (4)

Sexo é bom demais!
Mas começa muito antes de tirarmos a nossa roupa.
Ele nasce na intimidade, ainda vestidos.
Pense nisso!

Lute pelo seu casamento, pela sua família.
Não deixe que 6 letras (câncer) roubem de você, algo estabelecido por Deus, desde a fundação do mundo.

Que Deus nos dê sabedoria e tranquilidade, e seja nosso abrigo em meio a essa tempestade.
Lilian Craveiro

vida-sexual-depois-do-diagnóstico-de-câncer-cancerdemama-relacionamento-libido-sexo-quimioterapia-diagnostico-mamografia-mastectomia-semcabelo-careca-tratamento-dascoisasquetenhoaprendido (8)


Eu também  fiz um vídeo sobre esse assunto polêmico no meu Canal: Afinal, existe ou não existe vida sexual depois de um diagnóstico de Câncer?

 

Se você deseja conversar mais sobre esse assunto, eu tenho um convite muito especial para você!

Eu e a Psicóloga e Coach de Relacionamentos Lisandra Zanuto fizemos um Bate-papo on line.

O tema do encontro foi: Como não deixar que o seu relacionamento adoeça após o diagnóstico.

CLIQUE AQUI e coloque o seu email para você receber a reprise dessa palestra de presente.

12 Comentários


  1. muito bom o texto


  2. Gostei muito deste artigo. Sexo e casamento é um tema que deveria ser muito mais abordado.

Página 1 de 3 Próximo →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *