A verdade por trás da fosfoetanolamina e a cura do câncer

Durante essa semana, perdi a conta das vezes que recebi esse vídeo muito bem produzido, em formato jornalístico, sobre a fosfoetanolamina. O vídeo, aparentemente realizado pela Associação Brasileira do Consumidor que dá a notícia de que pacientes de câncer têm entrado na justiça para conseguir uma substância com poder de cura do câncer, desenvolvida no instituto de química da USP, em São Paulo.
 
fosfoetanolamina-cura-cancer-quimoterapia -dascoiasquetenhoprendido
Segundo o vídeo, a fosfoetanolamina  é o sonho de consumo de toda a pessoa que foi diagnosticada  e/ou está lutando contra um câncer: Trata a doença sem enfraquecer o sistema imunológico, sem deixar sequelas, sem mutilações e sem causar as temidas quedas de cabelo.
O vídeo explica que a fosfoetanolamina, ou fosfo para os íntimos, age nas células cancerosas como marcadores, sinalizando-as para que  o sistema imunológico possa combatê-las.

Parecia perfeito demais para ser verdade! Mandei o vídeo para o meu oncologista perguntando sobre a veracidade do “noticiário”, que imediatamente me respondeu: “Isso é um absurdo, um desserviço! As pessoas são inconsequentes, não se preocupam em dar a informação correta”.
Depois que conversei com o meu oncologista, Dr Fernando Adão, por telefone, pude entender um pouco mais as implicações de divulgar notícias como essas sem uma avaliação da veracidade e das consequências dos fatos.
Somente naquele dia, meu onco havia recebido aquele vídeo de mais de 50 pacientes diferentes! Ele me alertou para o fato de que a tal substância não é remédio. Não tem bula, ninguém sabe qual é dose exata, quais os efeitos colaterais e, portanto, não pode ser prescrita por nenhum médico.
Mesmo que a substância cure o câncer, o médico que prescrevê-la  corre o risco de perder o CRM e ser preso por ato de curandeirismo!
Meu oncologista ainda me deixou presente para o fato do efeito Placebo: Existem pesquisas científicas sérias que comprovam que 40% de pacientes que tomam pílula de farinha não respondem ao tratamento.
No Livro “A cura quântica”, o médico indiano Deepak Chopra, mostra como o corpo é inteligente e tem capacidade de se autocurar.  Ele cita, inclusive, vários exemplos de pacientes de câncer em estágio terminal, desenganados pela medicina tradicional, que foram curados com o auxílio da  medicina ayuverda ou até mesmo sozinhos !
Dr Chopra também explica que muitos restabelecimentos de origem misteriosa, como os casos de remissão espontânea e o uso eficiente de placebos ou “drogas enganadoras”,  acontecem porque em todos esses casos, a consciência profunda parece ter promovido um drástico salto quântico no mecanismo da cura.
E ele questiona em seu livro, porque não consideramos um milagre o corpo soldar um osso partido, mas associamos a cura espontânea do câncer a uma qualidade especial da mente, um profundo desejo de viver, uma perspectiva heroicamente positiva, ou qualquer habilidade rara. No entanto, segundo o autor, todos temos a capacidade de mobilizarmos nossos mecanismos de cura!
Nessa rápida conversa com o meu oncologista, decidi investigar melhor e pude identificar algumas realidades por trás da polêmica da Fosfoetalonamina:
DOS PACIENTES
O desespero de pacientes oncológicos ou pessoas recém diagnosticadas que desejam a cura, e que muitas vezes, tem chances altíssimas de cura, mas abrem mão do tratamento convencional, comprovadamente eficaz em busca de tratamentos alternativos menos sofríveis.
É compreensível, diante do medo causado por um diagnóstico de câncer. E nos casos em que os médicos informam que nada mais podem fazer, é natural que o paciente procure qualquer opção.
 
A Sociedade Americana de Oncologia Clínica estima que 80% dos pacientes recorrem a um tratamento alternativo. Eu mesma, desde que fui diagnosticada, usei a alimentação, prática de atividades físicas, meditação, etc, como coadjuvantes na busca pela minha cura. E acredito que esses hábitos também  são   fundamentais para a manutenção de uma vida saudável.
O risco é quando pessoas com boas chances de recuperação, abrem mão do tratamento-padrão para se arriscar em terapias não comprovadas. O paciente pode perder um tempo precioso de tratamento.
E, nos grupos de discussão na internet, é disseminada a ideia de que a substância deve ser usada sozinha, não junto com tratamentos tradicionais, como a quimioterapia.
Como é o caso do administrador de empresas Oswaldo Luiz Silva Neto, de 61 anos, que o site da revista Época citou, que mora a dois quarteirões do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, na capital paulista, uma referência no tratamento da doença. Mas viajou 240 quilômetros, em direção a São Carlos, no interior do Estado, para buscar ajuda.
Desde que descobriu um tumor de 3,8 centímetros no esôfago, no fim de setembro, Silva Neto vasculha a internet em busca de informações sobre a doença.
Seu médico, na capital, recomendou cirurgia. Com sorte, pode bastar para livrá-lo da doença, já que o tumor não se espalhou. Depois de ler relatos quase milagrosos de gente com câncer terminal que vive anos à base da fosfo, Silva Neto decidiu tentar a sorte.
“Quero tomar esse remédio e evitar uma cirurgia. Enquanto espero marcarem a operação, vou tomando. Se o tumor regredir, posso optar por não fazê-la”, diz.
O médico dele, sua irmã, que é médica, e a mulher, também da área da saúde, não sabiam de sua viagem a São Carlos. Ele sabe que a decisão é controversa.
fosfoetanolamina-cura-cancer-quimoterapia-dascoiasquetenhoprendido (1)
ESPERANÇA O administrador Oswaldo Luiz Silva Neto, de 61 anos. Ele espera que a fosfo livre-o de uma cirurgia (Foto: Rogério Cassimiro/ÉPOCA)
A revista época também contou a história da analista fiscal Katia Pompilio, de 43 anos, que dirigiu mais de 200 quilômetros, na quinta-feira, de Osasco, onde mora, até São Carlos, com uma liminar da Justiça. Estava autorizada a pegar as cápsulas. Mas não conseguiu. Haviam acabado.
Há um ano, Katia trata de um câncer de mama, seguindo o roteiro reconhecido: cirurgia, químio e radioterapia. Agora, considera parar o tratamento para tentar a fosfo. “Conheço casos de pessoas que pararam o tratamento, tomaram a fosfo e melhoraram”, diz Katia. Ela considera a possibilidade de tentar a químio e a fosfo juntas. “O que você faria?”, indaga, com lágrimas nos olhos.
DO FABRICANTE
A revista época divulgou a fábrica improvisada das cápsulas azuis e brancas, que se tornaram famosas no boca a boca, fica no pequeno laboratório do Grupo de Química Analítica e Tecnologia de Polímeros.
Um único funcionário da USP é encarregado de produzi-las. No início dos anos 1990, a fosfo despertou a atenção do então coordenador do laboratório, o químico paulista Gilberto Orivaldo Chierice, de 72 anos, hoje professor aposentado. “Acho que é uma cura para o câncer”, diz.
Filho de um fazendeiro de Rincão, São Paulo, estudou química na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Araraquara. Fez mestrado e doutorado na mesma área, na USP. Nos anos 1970, virou professor da instituição em São Carlos.
Agora aposentado, é dono de uma fábrica de impermeabilizante e de uma empresa que faz enxertos ósseos com um polímero, ambos produtos criados por ele. E entende a gravidade do que faz.
“Eu sabia que estava interferindo em recomendações médicas. Sempre pensei que, mais cedo ou mais tarde, seria preso por exercício ilegal da medicina. Mas, se eu não distribuir o remédio, quem pensaria nos cancerosos?”
Pesquisadores que trabalharam com Chierice não questionam seu caráter. Mas também reconhecem que os estudos são insuficientes. “O professor Gilberto é uma pessoa maravilhosa. Está pensando nos pacientes. Mas são necessários mais estudos”, diz o farmacêutico Adilson Kleber Ferreira.
Ele pesquisou a ação anticâncer da fosfo no Butantan, com animais. “Existem milhares de outras substâncias em teste, com resultados tão bons ou melhores. Conclui.
fosfoetanolamina-cura-cancer-quimoterapia-dascoiasquetenhoprendido (2)
POLÊMICO O químico Gilberto Chierice no laboratório de sua empresa. Ele diz ter descoberto a cura do câncer, mesmo sem ter provas  (Foto: Rogério Cassimiro/ÉPOCA)
DOS MÉDICOS
A substância não pode ser considerada um remédio porque não foi testada oficialmente em humanos, passo essencial para que um composto em estudo comprove que funciona, é seguro e não tem efeitos colaterais.
Ainda são necessárias várias etapas de estudo para comprovar que ele realmente tem alguma função no tratamento do câncer. A cura seria um passo muito além.
Nunca foram feitos testes clínicos da substância, em um grande número de pacientes, sob o controle de médicos e pesquisadores. Testes assim são fundamentais e exigidos por leis para que um composto seja considerado medicamento. É um padrão internacional.
fosfo não tem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária nem pode ser distribuída ou vendida como remédio no Brasil.
Achei muito  interessante esse  infográfico sobre as etapas que uma substância deve passar antes de se tornar remédio que o site da revista época divulgou.

fosfoetanolamina-cura-cancer-quimoterapia-dascoiasquetenhoprendido (3)

DA USP
Várias pessoas vinham de outros Estados, como Paraná e Minas Gerais. A procura pela fosfo aumentou desde a distribuição, que estava proibida pela universidade desde junho de 2014, e foi liberada provisoriamente (até julgamento) por uma decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal.

Diante dos transtornos causados pela viralização da notícia via internet, a USP divulgou nota em seu site:

“É compreensível a angústia de pacientes e familiares acometidos de doença grave. Nessas situações, não é incomum o recurso a fórmulas mágicas, poções milagrosas ou abordagens inertes…
Não raro essas condutas podem ser deletérias, levando o interessado a abandonar tratamentos que, de fato, podem ser efetivos ou trazer algum alívio. Nessas condições, pacientes e seus familiares aflitos se convertem em alvo fácil de exploradores oportunistas.
A universidade também afirma não tem capacidade de produzir a substância na escala com que vem sendo solicitada. A reitoria sugere que a Justiça busque a indústria química caso queira obrigar uma distribuição da fosfoetanolamina em grande escala. Não há, pois, nenhuma justificativa para obrigar a USP a produzi-la sem garantia de qualidade”.
Pacientes e familiares na USP em São Carlos, à espera das cápsulas de fosfo. Na quinta-feira, dia 15, logo de manhã, as cápsulas haviam acabado (Foto: Rogério Cassimiro/ÉPOCA)
Pacientes e familiares na USP em São Carlos, à espera das cápsulas de fosfo. Na quinta-feira, dia 15, logo de manhã, as cápsulas haviam acabado (Foto: Rogério Cassimiro/ÉPOCA)
DOS INTERESSES EXCUSOS
Segundo os defensores da Fosfo, ressalvas à falta de estudos da substância são tomadas como uma tentativa da “indústria farmacêutica” de esconder da população a descoberta da cura do câncer, já que a fosfo é bem barata, especialmente se comparada a um ciclo de quimioterapia.
Concordo que a indústria farmacêutica lucra muito com tratamentos de câncer. E eu sei exatamente o preço que se paga para fazer um tratamento contra um câncer. Tal preço, por maior que seja, não é nada se comparado ao sofrimento físico e emocional causado pelos ciclos de quimio, rádio, etc.
Ainda sobre a polêmica da Fosfoetalonamina, tive a brilhante ideia de entrar no site que é divulgado no vídeo da Associação Brasileira do Consumidor: http://www.ongabc.org.br
E me surpreendi com a oferta da instituição aos pacientes que queiram ingressar na justiça para a obtenção da liminar que garanta o uso da fosfo mediante o pagamento da Taxa de adesão de R$ 600,00, e uma mensalidade de R$ 80,00 a qual será paga através de boletos bancários.

fosfoetanolamina-cura-cancer-quimoterapia-dascoiasquetenhoprendido (5)

No livro “Anticâncer”,  Dr. David Servan-Schreiber, psiquiatra e  neurocientista, dá uma dica para não cairmos em armadilhas e evitar charlatões que:

  • Se recusam a trabalhar em colaboração com um oncologista e aconselham parar com o tratamento convencional.
  • Propõem um tratamento sobre a eficácia não está provada, mas que apresenta riscos certos.
  • Propõem um tratamento cujo preço é desproporcional em comparação com as provas de sua eficácia.
  • Prometem que sua abordagem vai funcionar com certeza desde que você tenha um verdadeiro desejo de se curar.
Acredito na eficácia de tratamentos alternativos, assim como na capacidade que nosso corpo tem de se autocurar. No entanto,  não abri mão do tratamento tradicional que, pode não ser a coisa mais agradável do mundo, mas comprovadamente cura.
Confesso que se fosse diagnosticada em estágio terminal sem perspectivas de cura através do tratamento convencional (cirurgia, quimio e radio), buscaria tratamentos alternativos sim, mas não antes de pesquisar muito a veracidade das informações.
Tenho aprendido cada dia mais a observar e ponderar diante de promessas milagrosas de cura. De fato, existem muitos interesses e realidades por trás da cura do câncer.

Fontes de pesquisa:
Livro “cura quântica “, Deepak Chopra
Livro Anticâncer , David Servan-Schreiber
www5.usp.br/esclarecimentos-a-sociedade www.epoca.globo.com/vida/noticia/2015/10/fosfoetanolamina-sintetica-oferta-de-um-milagre-contra-o-cancer.html



Clique ABAIXO ⤵ e Receba de Presente o Livro digital:

“ 50 perguntas para o seu Oncologista”

Após o diagnóstico de câncer, você sabe as perguntas certas que deve fazer para o seu Oncologista? Não deixe o medo, incerteza e a impotência influenciar o seu processo de tomada de decisão.

 

42 Comentários


  1. Boa tarde ,meu avô está com câncer no estômago ,como faço para comprar essas pílula para o tratamento dele ? Desde já lhe agradeço . Urgente


  2. Concordo que se deva ter cuidado, ma existem muitos interesses portras disso tudo. O oncologista do meu marjdo , do INCA, disse que nao via nada contra se ele fizesse uso…contjnua com as quimios mas…toma a outra tb. O que vejo um homem forte vivendo uma vida de qualidade!


  3. Só tenho um questionamento a fazer aos oncologistas que são contra o uso da fosfoetanolamina? Se quimioterapia, radioterapia e outros tratamentos ditos convencionais curam o câncer….Pq todos os dias pessoas que fizeram uso de tais tratamentos morrem? Pq depois de alguns anos a grande maioria apresenta metástase…???? Mas esses tratamentos não matam as células cancerosas???? Pq volta? Minha opinião…… Quimioterapia e radioterapia matam mais q a própria doença!


  4. Que pensamento doido. Sem lógica. No final todos morremos, fracos e fortes. Deve ter uma explicação melhor.


  5. concordo contigo em gênero, número é grau! Falou exatamente o que penso.


  6. Você está sendo tratado por todos esses médios porque tem alternativa… E ás varias pessoas que não tem? Tinha era que fazer testes rapidos nesse remédio… Mais agora imagina aqui comigo se descobrirem a cura do cancer.. Da aids e de todas as doenças, com manipulação de dna que já é feita, seria possivel acabar com qualquer doença.. Mais e ai como seria? As pessoas iam demorar mais para morrer.. Mais gente – recursos… A humanidade precisa que algumas pessoas morram para que as outras sobrevivam… E por isso existe doenças e por isso existe guerras e por isso as coisas são assim… É a cadeia alimentar os fortes sobrevivem e os fracos tem que morrer.. Esse é o preço infelizmente..


  7. Muito bom os esclarecimentos e visão.
    Parabéns.
    Por tudo q tenho lido e até assistido sobre o fosfo o que os pacientes querem q seja feito todos os testes para assim ser liberado e os q não estão conseguindo resultados na medicina tradicional posso optar por usado mesmo antes desses testes.


  8. Médico não e químico. A substância existe a mais de 20 anos e nunca foi testada por que ? Porque vai ser um golpe para os milionários da indústria farmacêutica.


  9. Quantas pessoas tomaram este remédio não conta como teste perguntar a eles não seria a questão que efeitos eles tiveram ou o Medico delas, mais concordo com o amigo ai em cima não respeitam os seres humanos e nunca vão receitar remédio barato, ex a dengue, todas as doenças q ela tem causado porque esperaram só agora para criar o soro, e porque agora e vantajoso para eles pois vai render mais dinheiro, gente estão esperando fazer teste e seres humanos se já tem seres humanos tomando o remédio e dando certo ou as pessoas estão mentindo, ou aquela criança q apareceu no programa do Ratinho mentiu e ele esta apoiando mentira me expliquem por favor.


  10. Se não foi testado e pode causar possiveis danos em seres humanos por ingestão.por que é utilizado como conservantes de alimentos. Deste a decada de 90 já se falava neste produto, porque o ministério da saúde não exigiu, a bem público, os testes fornecendo meios, que ele certamente tem, para faze-los. Tem mais coisa nesta guerra que não querem que saibamos. Conheci uma pessoa em Niteroi que curou um núméro enorme de pessoa com receita fitoterápica, somente aparecerão lá depois de 20 anos, após estra muito divulgado e que ela se recusou a vender a receita a um grande laboratório. Porque ao contrário de críticas não exigimos que o ministério da saúde comprove a eficácia divulgada, a USP é uma instituição seríssima e não acredito que venha de sua parte uma informação totalmente infundada e inrresponsável como estão acusando.


  11. Oi Moacir,
    Essa triste realidade do nosso serviço público é realmente revoltante!
    Também sou a favor que acelerem as pesquisas com a fosfo.


  12. Que seja placebo ou medicamento não aprovado ,mas tentaria qualquer coisa até mesmo
    drogas ilícitas , se me sentisse ao menos amparado pelo sistema convencional .
    um pequeno resumo da minha situação . situação financeira fraca ,(técnico em eletrônica )
    ganho para o sustento de forma simples e vestir com um mínimo de dignidade.
    Após ser diagnosticado com um CA de laringe metapulmonar .fui bem acolhido em nossa capital
    no HBB sistema público , ví barabaridades de não se ter em estoque medicamentos simples como analgésicos ,gazes , faixas ,etc… .Médicos solicitarem tomografias com urgencias e serem marcada pelo sistema para 6 meses após a marcação.
    eu ,me individei mais ainda ,fiz algumas tomografias em clínicas particulares , ajudei a fazer vaquinha para comprar medicamentos prescritos e dividir entre os que não tinham como compra-las .
    Os médicos e emfermeiras já estavam deixando transparecer a grave situação e mesmo pessoas
    mais humildes estavam vendo que a situação estava saindo do controle .
    médicos e demais servidores com seus salários atrazados ,viram na paralização uma forma de pressionar o governo , através de promessas de pagamento futuro (ainda parcelado)
    COMO PROIBIR pessoas que procuram ajudar ,ao invés de se juntarem e lutarem por uma sobrevida melhor dos pacientes . conseguí por via judicial o medicamento cetuxmabe ,fiz a primeira sessão em novembro e até hoje devido a falta de um aditivo chamado se não me engano de carboplatina ou carboplaxina ,nunca me chamaram para dar continuidade ao tratamento .
    e a secretaria da saúde me cobrando o uso do cetuxmabe ou me excluirá do benefício de recebe-la .
    e passando por vários departamentos nenhum me dá uma explicação plausível
    portanto após um ano e um mes com tráqueo e sonda gastro improvisada ,pois não tem a que é necessária ,estou controlando as dores com os medicamentos que a farmácia de alto custo fornece ,(quando tem) se conseguisse qualquer substancia que me desse ao menos esperança .
    morreria mais feliz do que ser tratado com tanto descaso . não dos profissionais que aliás pelos rostos que presenciei ao meu redor estavam se sentindo mal por não conseguirem o necessário para os pacientes . seja placebo ou não .sou a favor que se pesquise e acelere esse produto .
    desculpem erros ortográficos , o cerebro fica às vezes confuzo .
    Muito tenho a agradecer à equipe médica e enfermagem que tem me atendido .
    espero que Deus envie alguém que tenha a moral e coragem de encarar as multimegaempresas
    que abusam da simplicidade do povo brasileiro .


  13. Patricia,
    A USP estava produzindo e distribuindo em torno de 50.000 pilulas por mês.
    A busca desse produto será que seria ilusório? Ou está sendo combatido por poderosos? E não permitem Validar os testes?
    Assista ao video https://www.youtube.com/watch?v=iHPuBwyDxVU ou até a audiencia completa no Senado https://www.youtube.com/watch?v=jLX0_bT8Gh0 , os primeiros 20 minutos iniciais são de outro assunto, mas o restante é muito importante.
    DEUS abençoe a todos que sofrem deste terrivel mal!!!


  14. Eu tive câncer de mama há 4 anos, estou bem, curada, se Deus quiser. Sou muito cética em relação à fosfoetalomina. Fiquei curiosa com relatos que aparecem em redes sociais e teportagens, pois é sempre de pessoas que estão em tratamento e nunca há seguimento. Sabe o que descobri? Vários faleceram. Esses casos são varridos pra debaixo do tapete, não interessa aos advogados e defensores dessa droga relatar qualquer fracasso


  15. Que o professor Gilberto e demais pesquisadores da USP que desenvolveram a fosfo tenham voz na grande mídia, depoimentos na íntegra sem cortes !


  16. Acredito que todo ser humano pode ser capaz de decidir algo sobre sua vida , tendo em mais um diagnostico terminal, desde que o mesmo entenda sobre o caminho que ira trilhar. Nem sempre os médicos, eu disse: nem sempre! Colaboram nos explicando alternativas alem dos que estão acostumados a fazer ou medidas que sempre tomam diante de qualquer doença!
    Ate uma pesquisa concreta me torno a favor sim! Da liberdade do ser humano de escolher cruzar os bracos ou ir atras de algo….se o remédio faz ou não efeito, se largar ou não o tratamento convencional é errado isso cabe a cada um decidir…mas não julgar se nunca lhe deram a noticia de que o futuro pra VC não vai existir.
    Torcendo pelo avanço da medicina que cura, pela exclusao das barreiras gananciosas, mediocres e egoistas e também pelo caminho limpo ate os resultados que tanto almejamos.


  17. Prezada, não entendi, nem que estivesse desenganada pela medicina arriscaria, arriscaria o quê, a morte?


  18. CONCORDO COM VC NEUSA! A FOSFOETANOLAMINA SINTÉTICA JÁ FOI TESTADA EM HUMANOS NO HOSPITAL DE JAÚ E UM OUTRO QUE NÃO LEMBRO O NOME AGORA E TAMBÉM JÁ FOI TESTADA A SUA TOXICIDADE PELO CEATOX E OUTRAS DUAS INSTITUÍÇÕES DE RENOME, TAMBÉM JÁ FOI RECONHECIDO O SEU POTENCIAL NO COMBATE AO CÂNCER INCLUSIVE POR CIENTISTAS DA FIOCRUZ QUE QUANDO ACABOU O CONVÊNIO COM O HOSPITAL DE JAÚ E DOCUMENTAÇÃO DESSES TESTES SUMIRAM MISTERIOSAMENTE A FIOCRUZ SE PRONTIFICOU EM “AJUDAR” PARA CONCLUIR OS TESTES CLÍNICOS DESDE QUE A PATENTE DA SUBSTÂNCIA FOSSE CEDIDA SOBE SIGILO Á FIOCRUZ, NÓS SABEMOS QUE DESSA BOA INTENÇÃO O INFERNO ESTÁ CHEIO. E ESSE TEXTO FURECA QUE COLOCARAM AÍ EM CIMA O TAL ONCOLOGISTA NÃO CITA EM MOMENTO NENHUM QUE A FOSFO JÁ ESTAVA SENDO TESTADA NO HOSPITAL DE JÁU E COM EXCELENTES RESULTADOS, TANTO QUE QUANDO ACABOU O CONVÊNIO E AS PESSOAS QUE FAZIAM USO FICARAM DESESPERADAS E ACABARAM INDO BUSCAR ESSA SUBSTÂNCIA NA USP DE SÃO CARLOS QUE É UMA INSTITUÍÇÃO DE RESPEITO E O ESTADO É SEU MANTENEDOR, A ALEGAÇÃO DOS ONCOLOGISTAS QUE NÃO QUEREM A CURA SÃO SEMPRE AS MESMAS, ELES ALEGAM QUE NÃO FOI TESTADO EM HUMANOS, MENTIRA, QUE NÃO SE CONHECE A SUA EFICÁCIA, MENTIRA, TEM PESSOAS QUE USAM A MUITOS ANOS E RELATAM MELHORAS E ATÉ A CURA EM ALGUNS CASOS QUE NÃO TEM REGISTRO DA ANVISA, NA MINHA OPINIÃO A ANVISA NÃO VALE DE NADA,POIS, SE VALESSE NÃO AUTORIZARIA O USO DE UM AGROTÓXICO AQUI NO BRASIL QUE TEM POTENCIAL CANCERÍGINO QUE JÁ ESTÁ PROIBIDO EM MAIS DE CINQUENTA PAÍSES, FORA TANTAS OUTRAS DROGAS QUE TAMBÉM SÃO PROÍBIDAS NO EXTERIOR INCLUSIVE QUIMIOTERÁPICOS QUE NÃO TEM REGISTRO E COMPRIMIDOS PARA O TRATAMENTO DE CÂNCER QUE VEM DO EXTERIOR! TEMOS O DIREITO DE DECIDIR DE QUE MANEIRA QUEREMOS NOS TRATAR, TEMOS UM DIREITO FUNDAMENTAL ASSEGURADO PELA NOSSA CONSTITUÍÇÃO ATRAVÉS DO ARTIGO QUINTO QUE É O DIREITO À VIDA! E SE A FOSFO FOSSE UM MEDICAMENTO PREJUDICIAL NÃO SERIA RECEITADO POR MÉDICOS DO SÍRIO LIBANÊS AOS SEUS PACIENTES VIPS E NEM DE MÉDICO PARA MÉDICO COMO JÁ SE TÊVE PROVAS! ELES TENTAM PROIBIR A FOSFO POR MOTIVOS ESCUSOS DA CLASSE FARMACÊUTICAS E DA CLASSE MÉDICA QUE GANHAM SIM COM A INDÚSTRIA DA DOENÇA! E OS POLÍTICOS POR SUA VEZ TAMBÉM TEM SUA PARCELA DE INTERESSE PORQUE RECEBEM FINANCIAMENTO DE CAMPANHAS DESSA CAMBADA PARA SE ELEGEREM PELO POVO PORÉM, PARA BENEFICIAR ESSA CLASSE EM DETRIMENTO DO SOFRIMENTO DOS SEUS PRÓPRIOS ELEITORES!


  19. Acredito que ela deve tentar tudo o que estiver ao seu alcance. Porém, a fosfo não é o único tratamento alternativo existente. Acredito muito na dieta alcalina e na therapia de gerson. Ambos tratamentos são baseados na alimentação e ela pode começar já!


  20. Concordo com você! As pesquisas t~em que continuar e se o paciente não tem muitas escolhas de tratamento devido à gravidade da doença, ele tem todo o direito de optar pelo tratamento alternativo. Dó acho anti producente pacientes que têm um bom prognóstico de cura, abandonarem o tratamento tradicional ( que comprovadamente cura) para arriscarem uma droga que ainda não foi testada.


  21. Embora, por vias tortas, pelos relatos de pacientes, a substância pode, sim, curar alguns tipos de câncer, principalmente se ingerida quando a imunidade do corpo está boa. Por que não continuar as pesquisas???? Por que não continuar fornecendo a substância a quem já estava tomando antes dessa confusão. Se a pessoa está “no corredor da morte”, ela tem direito a optar por tratamento alternativo sim!


  22. Boa tarde.
    Minha vizinha tem 78 anos, fez mastectomia radical na mama direita e mesmo fazendo quimio, está com metástase.
    O médico do INCA – RJ mandou ela pra casa, pois não pode fazer mais nada. Quer dizer, vai pra casa e aguarda a morte chegar.
    A filha dela está desesperada querendo a fosfo. Vai ao juiz tentar uma liminar para buscar o medicamento na USP.
    E aí ? Deixa ela morrer ou tenta a ultima chance ?


  23. Também sou a favor que as pesquisas continuem e temos que ficar atentos aos interesses da indústria farmacêutica. Mas acho imprudente largar o tratamento convencional que comprovadamente cura por uma promessa que ainda não foi testada.


  24. https://youtu.be/NL6-eFypluI
    Achei muito válido este vídeo, para quem tem dúvidas sobre o assunto. Eu acredito que possa sim haver uma nova possibilidade de tratamento, e não estagnar na quimioterapia e rádio. Afinal a ciência está em constante evolução, então por que duvidar? E não sejamos inocentes a ponto de achar que não há interesses financeiros na indústria farmacêutica.


  25. Olá boa tarde
    Tenho um familiar que está com cancer,já tomou várias e várias seções de quimio com troca de imúneras drogas e nada acontece, medicamentos nacionais e estrangeiros que vem com bula ,etc…. ,porém, na indicação vêm escrito, medicamento PALIATIVO,porém nos efeitos colaterais ,quase uma biblia de consequências graves que o medicamento vai trazer a pessoa que já está debilitada ,no corpo e no psicológico OS Médicos oncologistas tem por acaso algum relatório sobre cura feita com as quimios .NÂO,não tem porque as quimios não saram nada,só ficam como nos regimes .SANFONA se tomar quimio os pacientes sofrem de dores ,cansaço extremo, vomitos, agulhadas para não dizer facadas pelo corpo,tonturas. até a fala fica meio boba,raciocinio ruim, se deixar de tomar o tumor vêm em dose galopante .
    Isso é ficar refem dos médicos e das drogas que não estão aí para curar e sim para fazer os laboratórios ganharem rios de dinheiro.
    A Fosfoetanolamina é uma molécula que pertence ao corpo humano NÂO FAZ MAL a saúde,é encontrada em abundância no leite materno.
    Cada quimio custa em torno de R$3.000,00 a R$9.000,00 dependendo da droga que eles administram,voces acham que os *¨medicos oncologistas*¨que tem suas clinicas para fazerem os protocolos vão falar bem de um remédio que custa R$ 0,10 centavos cada
    O Hospital de Jaú estava fazendo os testes,em amimais já tinham visto a eficácia, tiveram que parar, por que será????
    Veja que no nosso País quase tudo gira em torno de dinheiro, nenhum laboratório vai querer fazer um remédio ¨baratinho R$0,10 cents cada, isso fazendo pouco, imagina em grande escala talvez 0,03 centavos cada¨
    Gente! na Constituição do nosso País diz que nós somos donos da nossa vida
    por que não nos deixam tomar nossa própria decisão sem meter a colher em tudo .Essa conversa da Anvisa de salvaguardar nossa saúde é balela os remédios de quimio tem bula, e daí ,são verdadeiros venenos e estão a disposição porque são de grandes laboratórios e grandes corporações estrangeiras.
    Nos EUA os remédios são vendidos com receita médica, mas, novas formulas são colocadas a venda nas prateleiras e vêm escrito no rótulo que é por risco do comprador.
    já que a gente copia tudo ,põe a FOSFOETANOLAMINA na prateleira e quem quizer que compre.
    DIPIRONA é proibido nos EUA .e aqui pode se comprar em litro.


  26. Apenas pelos seus questionamentos é possível ver que você não é farmaceutico e afirmou isso apenas para ganhar o argumento. Você leu o texto? A autora não disse que o remédio não funciona ou que tem efeitos colaterais. Ela disse que não podemos dizer porque não foi testado.


  27. Tomara que façam os testes, sigam todo o protocolo de uma pesquisa científica e que seja mais uma alternativa para o tratamento do câncer.


  28. Eu tenho lido e assistido muitas coisas também, tenho câncer de estômago metastático e tomo quimio há 1 ano e é lógico que vou torcer sempre para que evoluções aconteçam pra cura dessa doença. Mas não tomaria esse medicamento sem o aval dos meus médicos, infelizmente ainda não sinto segurança o que não quer dizer que desacredite.


  29. Cada indivíduo tem a sua opinião, e cabe nós respeitá-la.
    Nunca tive câncer, porém jamais largaria o meu tratamento por outro alternativo, acho muito arriscado.
    Mas cada um tem o direito de escolher o seu caminho.
    Desejo muita saúde a quem é paciente oncológico.
    E que realmente, todas as pesquisas deste e de qualquer outro medicamento que possa ajudar na cura dessa doença, prossiga.
    Patricia, parabéns pelo seu blog, é maravilhoso!
    Sorte a todos.


  30. Olá Luciano,
    Como farmacêutico você deve saber que questão não é a liberação da Anvisa ou não. Mas você arriscar a tomar uma droga que ainda não passou por todos os testes que darão segurança quanto à efetividade e os riscos da droga. Nem se eu não tivesse nenhuma chance de cura com a medicina tradicional, arriscaria. Pois conheço outras terapias alternativas, como a Terapia de Gerson, por exemplo, que comprovadamente cura sem os efeitos colaterais dessa droga que ainda são desconhecidos. Essa é a minha opinião, desculpa se te desagrado ; )


  31. André,
    Essa pesquisa não foi efetuada pelo meu oncologista, mas por órgãos competentes. Acho prudente a postura dos médicos em aguardar que os testes sejam efetuados em humanos. Para o paciente que está em estágio terminal, sem opções de tratamentos, acho válido. Mas um paciente que tem um ótimo prognóstico de cura, largar o certo pelo duvidoso muito arriscado.


  32. Olá, sou farmacêutico e tenho uma dúvida amigo, é seguinte falar que o remédio não é só porque não passou pela ANVISA é fácil, agora me liste dez efeitos colaterais dele já que o entende? Porque o Sr ficou repetindo o tempo todo que não é um tratamento válido porque não teve testes em humanos, não é altorizado pelos órgãos competentes, a USP é o que para o sr? Outra o seu ocologista nunca vai de receitar um remédio de 15,00. Acorda.


  33. Oi Patrícia,

    Pede para seu Oncologista me explicar como funciona o placebo em ratos. Pois como ele procurou se informar foram feitos testes em ratos e eles foram curados. Acho que as pessoas precisam incentivar em vez de criticar.


  34. Minha teoria a respeito desses medicamentos milagrosos é a seguinte : A equipe que cuida de mim no Institut Curie, é formada por médicos que se interessam pela cura do câncer e pelo bem estar dos pacientes. São cancerologistas, cirurgiões, enfermeiros especializados, que estão engajados nisso há anos. Porque pensar que todos foram estimulados pelo dinheiro fácil oferecido pela indústria farmacêutica?
    O único método que pode curar ou redimir ainda é o comprovado. QUIMIO, CIRURGIA E RADIO. E, no nosso caso – câncer de mama, alguns tipos como o meu, necessitam do bloqueador de hormônios durante 5 anos…até 10 em alguns casos. Enquanto nada ficar provado, continuo no protocolo determinado pelos médicos.
    *Troquei a ordem do tratamento porque o meu começou com quimio.


  35. É verdade! Acredito muito no poder de alguns tratamentos alternativos. E desde que fui diagnosticada pesquiso e faço uso de um montão deles. Mas nunca cogitei em abandonar o tratamento tradicional, principalmente, em casos que existem prognostico de cura essa ainda e a melhor opção. beijoca


  36. Adorei… Muito bom seu post… Esclarecedor… Infelizmente as pessoas abandonam os tratamentos médicos acreditando 100% em alternativo .
    Um beijo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *