Como anda sua vida amorosa depois do Câncer?

Diz aí: Como anda a sua vida amorosa depois do Câncer?

vida-amorosa-depois-do-câncer

Te juro que isso não é uma piada…Eu realmente quero saber!

Porque quando a gente é diagnosticada com Câncer, todo mundo só pergunta como está a nossa saúde.

As pessoas  perguntam como estamos passando, mas muito pouca gente quer saber,de verdade, como anda o nosso coração…

A gente se sente muito sozinha, mesmo quando temos um relacionamento…

E muitas vezes isso acaba se tornando mais um problema pra gente administrar!

Porque além de ter que enfrentar o Câncer, a gente sente a pressão de continuarmos sendo uma boa companheira .

Só que a gente  também tá sofrendo com os efeitos colaterais do tratamento…

Muitas vezes tentando se adaptar a nossa nova imagem refletida no espelho:
Sem cabelos, sem cílios  e sobrancelhas. Enfim, sem NENHUM pelo no corpo.
Inclusive os pelos pubianos ( Eu me sentia com 6 anos de idade nessa época).

E pra completar  o pacote, estamos Inchadas pelos corticoides e sentimos vergonha das nossas cicatrizes…

É muito comum  (e aceitável) que a nossa autoestima vá parar lá no dedão do pé…
Nos sentimos feias, estranhas e nem um pouco atraentes.

E não há libido que resista…

O  próprio tratamento por si só, em muitos casos, bloqueia nossos hormônios. E entramos em uma menopausa química, com todos os  seus efeitos colaterais, como a falta de libido e ressecamento vaginal, por exemplo.

Mas acho que a questão psicológica pesa mais…

Como, diante de tudo o que estamos vivendo, ainda conseguir pensar em sexo?

Por outro lado, não podemos esquecer dos nossos parceiros. Como não sobrecarregá-los?

Esses sentimentos, muitas vezes contraditórios,  geram ainda mais pressão e culpa!

Porém, relacionamento não é só sexo!

Já falei, inclusive, sobre esse assunto no ARTIGO: Existe vida sexual depois do diagnóstico de Câncer?

No meio desse tsunami que passa pelas nossas vidas, infelizmente, muitos relacionamentos estremessem e terminam.

Recebo, todos os dias, mensagens de mulheres que além de enfrentar o câncer,
acabam tendo que superar a dor  de uma separação também, porque seu relacionamento não resistiu a essa prova de fogo.

Elas são abandonadas por seus companheiros no momento de maior fragilidade e quando mais precisam de apoio.

Mas também percebo, que embora seja mais raro, existem casais que se unem ainda mais após o diagnóstico. E é sobre isso que quero falar!

Sinto que o  Câncer vem para por à prova, não só o nosso equilíbrio emocional, mas todos os nossos relacionamentos: Amigos, Família e Relacionamentos Amorosos também.

E quando o casal consegue superar junto todos os desafios que a doença impõe, é lindo de se ver…

Como a Alexandra e seu Marido

( As duas mãos acima e aqui de baixo também…)

Que comemoraram  26 anos de casamento: “Bodas de Alexandrina” Aonde? Na  quimioterapia…

Na saúde e na doença …

Esses maravilhosos  companheiros raspam a cabeça junto conosco, riem e choram conosco, cuidam da gente, se necessário nos dão até banho, e sobretudo, nos dão o que mais precisamos nesse momento: Muito amor!

E nesse dia dos namorados, o amor está no ar nas minhas Mídias Sociais.

Estou postando vários casais, onde minhas “amigas de destino” têm a oportunidade de homenagear o Amor e Lealdade de seu companheiro. Tá lindo demais de se ver!

Foi difícil escolhermos uma única História de amor para o Blog para mostrar que existe vida amorosa depois do Câncer

Mas lá vai…

 

“Então, eu e o Tancredo fazíamos parte de um grupo em comum no whats (trabalho) e nunca havíamos trocados uma palavra.

Daí, com um empurrão de amigos em comum, começamos a conversar e nunca mais paramos. ?
Conhecemos em 26/04/2017, assumimos namoro em 09/05/2017, tivemos a notícia do câncer em 09/07/2017 e por ter tão pouco tempo de relacionamento conversamos abertamente de que ele poderia terminar.

Pois a luta não é fácil  (casais de grandes anos separam por ser dura a luta)… E ele resolveu ficar!

Eu não saberia como seria se ele não tivesse ficado, pois não consigo imaginar a gente distante um do outro.
Posso dizer que ele é minha vida, meu Amor…
? espero que esse seja o primeiro ano de muitos anos.
Ahhh, quando fiquei careca ele fez questão de raspar a cabeça também…

Será que emocionei? Sim, com certeza.”

E como recebemos mais de 200 fotos de casais, fizemos esse clip em homenagem a todos os namorados, “namoridos”, “noivarados”, maridos que fazem jus à promessa: Na Saúde e na Doença .

Prepara o lencinho, porque não tem como não se emocionar com esse vídeo!

 

22 Comentários


  1. Oi Paty! Oi meninas! Hoje é foi um dia muito feliz pra mim, pois apesar da ” culpa” por estar apostando tudo o que tinha na conta, estou matriculada no Curso Câncer com Leveza!!!! Show!!! Meu presente de mim para mim, no Dia dos Namorados.
    Eu não gosto deste dia, porque fui abandonada oficialmente por meu marido, de 25 anos de união. Hoje estariamos com trinta e sete anos de conhecimento : namoro e noivado. Não me tratava como mulher há muito tempo. Eu me sentia um ET. Eu tentava por nós dois. Ele nubca segurou minha mão e me acalmou nas tempestades. Me separei meses um ano antes do câncer. Encontrei alguem e mesmo relutando tentei, mas ele não segurou as mudanças físicas e hormonais ( libido no chão) e novamente fui abandonada. Sem libido, e com 53 anos. Resolvi virar anjo! Rs! Está claro, que Deus não me criou com o propósito de ter um companheiro amoroso e sentir prazer com isso!!! Nunca tive!!!
    Mas, desejo a todas, muitos beijos e almas entrelaçadas, que é melhor que tudo!!!


  2. Faço parte infelizmente da estatística dos casamentos que não resistiram a PROVA DE FOGO DO TRATAMENTO DE CÂNCER. Meu marido me abandonou na 3 QT em 2015. Hoje faço parte, felizmente das mulheres que resistiram à doença e cheguei à cura. ACREDITO NO AMOR E QUE TEM ALGUÉM POR AÍ DO MEU NÚMERO É VAI ME ACHAR, ME AMAR COMO MEREÇO!


  3. Amei a homenagem, seguindo você nossa vida torna mais feliz, Deus é maravilhoso sempre nos envia um anjo pra nos fortalecer, você é esse Anjo ????????????????????????❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤????????????


  4. Muiiito lindas todas as histórias de amor e superação de nossas colegas. Eu ainda não fiz nenhum procedimento tão devastador, estou ainda na hormonioterapia, pois sofri metástase pro fígado. Mais estou firme e forte. E agora com a ajuda da Paty estou muito melhor. Sou casada já à 20 anos e nos amamos muito. Mais tenho dúvida sobre oque vai ser qdo eu ficar sem cabelo e tudo mais. Não sei como vai ser. Procuro viver….

Página 1 de 5 Próximo →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *