Carcinoma ductal invasivo: tudo sobre o diagnóstico e tratamento

Neste guia completo sobre carcinoma ductal invasivo, trouxe tudo que você precisa saber para se sentir mais confiante e informada sobre a condição. 

Com o avanço da medicina e tecnologia, o diagnóstico e tratamento do câncer de mama invasivo tem evoluído nos últimos anos, trazendo esperança e novas possibilidades de cura.

Desde os primeiros sinais e sintomas até o diagnóstico, tipos de tratamentos disponíveis e cuidados pós-tratamento, te ajudo a entender melhor o que está acontecendo em seu corpo e como enfrentar esse desafio com determinação e esperança.

Mulheres que recebem um diagnóstico de câncer de mama invasivo merecem toda a informação e suporte necessário para enfrentar essa condição. Portanto, espero que este guia possa ajudá-la a se sentir mais empoderada em sua jornada. Continue lendo!

Keep Going Wonder Woman GIF by DC - Find & Share on GIPHY

Vamos que vamos! | Foto: Giphy.com.

O que é o Câncer de Mama Invasivo?

O câncer de mama invasivo (ou infiltrante) é um tipo de câncer que começa nas células da mama e podem se espalhar para outras partes do corpo.

Quando as células cancerígenas se infiltram nos tecidos adjacentes da mama, elas são consideradas invasivas. 

Veja bem, eu escrevi que PODEM… E portanto, essa afirmação não é uma sentença! Apenas uma possibilidade!

Digo isso porque quando li que esse termo no meu diagnóstico já imaginei que o câncer tinha “invadido” todo o meu corpo. E ele estava apenas na mama. Então, respira fundo para entender melhor o que esse termo quer dizer…

Wonder Woman Boom GIF by DC - Find & Share on GIPHY

Você terá que lidar com algumas invasõezinhas… | Foto: Giphy.com.

Ele é o tipo mais comum de câncer de mama invasivo e por mais que o nome “invasivo” possa assustar à primeira vista, se descoberto cedo, suas chances de cura são de mais de 95%.

Wonder Woman Block GIF by DC - Find & Share on GIPHY

Mas você consegue lidar com elas! | Foto: Giphy.com.

Existe também um subtipo menos comum, que é o carcinoma lobular invasivo, este começa nas células das glândulas mamárias que produzem leite.

O câncer de mama invasivo pode se desenvolver lentamente ao longo do tempo ou pode se espalhar rapidamente, dependendo do tipo e estágio do câncer, e por isso o diagnóstico precoce é essencial para o sucesso do tratamento, já que o seu desenvolvimento inicialmente é imprevisível.

Seus fatores de risco incluem histórico familiar de câncer de mama, idade, exposição a altos níveis de estrogênio, obesidade e tabagismo.

No entanto, muitas mulheres diagnosticadas com câncer de mama invasivo não apresentam fatores de risco conhecidos. Este foi o meu caso. 

Quando fui diagnosticada com Câncer Infiltrante Grau 3, eu não entendia como tinha chegado a esse diagnóstico. Afinal, “como uma pessoa que não fumava e praticava exercícios físicos regularmente poderia estar passando por isso?”

A resposta dessa e de outras dúvidas sobre o meu diagnóstico vieram com o tempo, e algumas nunca foram respondidas. E tudo bem. O importante é que no final, tudo deu certo. Mas isso é assunto para mais à frente…

Como é feito o Diagnóstico do Câncer de Mama Invasivo?

O diagnóstico do câncer de mama ductal invasivo geralmente começa com um exame clínico das mamas, seguido por exames de imagem, como mamografia, ultrassom ou ressonância magnética. Se houver suspeita de câncer de mama invasivo, então uma biópsia será realizada para confirmar o diagnóstico.

A biópsia é um procedimento em que um pequeno pedaço de tecido da mama é retirado e examinado em um laboratório para determinar se há células cancerosas presentes. Existem vários tipos de biópsia, incluindo a biópsia por agulha, que usa uma agulha fina para retirar uma pequena amostra de tecido, e a biópsia cirúrgica, que remove uma parte maior do tecido da mama.

Uma vez confirmado o diagnóstico de câncer, serão realizados exames adicionais para determinar seu estágio e extensão, como uma tomografia computadorizada ou uma ressonância magnética do corpo inteiro, o que ajudará a determinar o melhor tratamento para o paciente.

Quais sinais podemos identificar antes de fazer o exame clínico?

  • Nódulo ou massa na mama ou axila;
  • Alterações na forma ou tamanho da mama;
  • Dor na mama ou mamilo;
  • Vermelhidão ou descamação da pele do peito;
  • Inchaço ou espessamento da pele da mama!
  • Retração do mamilo ou inversão do mamilo;
  • Secreção do mamilo, especialmente se contém sangue;
  • Sensação de caroço ou nódulo no seio;
  • Alterações na textura da pele do seio, ficando com um aspecto de casca de laranja,
  • Alterações na cor da pele na região.

Quais são as Opções de Tratamento para o Câncer de Mama Invasivo?

O tratamento para o câncer de mama invasivo geralmente envolve uma combinação tradicional de cirurgia, radioterapia, quimioterapia, terapia hormonal ou terapia alvo.

O número de sessões, a escolha dos remédios e o tratamento principal são escolhas que partirão dos médicos e que se relacionam com o organismo do paciente e as características específicas do tipo de câncer invasivo.

Muitas vezes, a cirurgia é o primeiro passo no tratamento do câncer de mama e pode envolver a remoção parcial ou total da mama, dependendo do tamanho e da localização do tumor. Em alguns casos, também pode ser necessária a remoção dos gânglios linfáticos axilares próximos ao seio, para verificar se o câncer se espalhou para outras partes do corpo.

A radioterapia é usada após a operação, para matar quaisquer células cancerígenas que possam ter sido deixadas para trás. Também pode ser usada antes da cirurgia, reduzindo o tamanho do tumor ou após a quimioterapia para diminuir o risco de recorrência.

A quimioterapia é um tratamento sistêmico que usa medicamentos para destruir as células cancerígenas em todo o corpo. Ela é frequentemente usada em combinação com a cirurgia e a radioterapia para aumentar as chances de cura.

A terapia hormonal é usada para tratar o câncer de mama invasivo que é positivo para receptores hormonais, ou seja, que é estimulado pelo hormônio estrógeno. A terapia hormonal pode incluir medicamentos que bloqueiam a produção de estrogênio ou que impedem que o estrogênio se ligue aos receptores hormonais.

A terapia alvo é um tratamento que usa medicamentos específicos para atacar as proteínas presentes nas células cancerígenas, sem afetar as células normais do corpo. Esse tipo de tratamento é frequentemente usado em casos de câncer de mama invasivo que são HER2 positivos, ou seja, que apresentam altos níveis de uma proteína chamada HER2.

Como lidar com o tratamento de Câncer de Mama Invasivo?

Lidar com o tratamento do câncer de mama invasivo pode ser uma jornada desafiadora, tanto física quanto emocionalmente.

Por isso é importante se esforçar para cuidar de si mesma, contribuindo ao máximo para o tratamento: dando atenção à saúde mental, buscando apoio emocional de amigos, familiares e profissionais de saúde, se necessário.

Sad Wonder Woman GIF by LEGO - Find & Share on GIPHY

Toda heroina precisa de um bom suporte em momentos difíceis. | Foto: Giphy.com.

Alguns pacientes inclusive podem se beneficiar de terapia ou grupos de suporte.

Após fazer a minha mastectomia recebi um protocolo de tratamento de 4 ciclos de quimioterapia vermelha, 12 ciclos da quimioterapia branca e 28 sessões de radioterapia e hormonioterapia os quais segui ritualmente por 10 anos.

Inicialmente não foi nada fácil, mas acredito que o que me ajudou foi tentar tomar o controle da minha narrativa de alguma forma. Não queria deixar que o câncer de mama invasivo tirasse todo o meu prazer de viver. 

Então deixei o meu trabalho, do qual eu já estava cansada a bastante tempo, e investi totalmente na minha saúde e em conhecer mulheres que estavam passando pelo mesmo que eu. 

Isso tudo fez com que eu me sentisse mais viva e mais forte, fizesse amizades incríveis e levasse como missão de vida ajudar pessoas que passam pelo mesmo que eu passei.

Claro que nem todo mundo vai passar por essa jornada do herói…mas é importante lembrar que cada pessoa enfrenta o tratamento do câncer de mama invasivo de forma única e precisa encontrar a sua própria forma de superar esse “Tsunami”..

Dito isso, é fundamental ser gentil consigo mesma, permitindo-se ter momentos de descanso e autocuidado, e buscando equilíbrio em todas as áreas da vida.

Dicas de alimentação para ajudar no tratamento

Hábitos saudáveis de alimentação e atividade física são de suma importância para ajudar no processo de recuperação do câncer de mama ductal invasivo.

Uma dieta equilibrada, rica em frutas, legumes e proteínas magras ajuda a fortalecer o sistema imunológico e melhorar a energia e a resistência física, bem como evitar alimentos processados, açúcares e gorduras saturadas também pode ajudar na recuperação.

Como você já deve ter ouvido falar, os alimentos têm o poder de curar ou adoecer. Acredito que se não fosse a reeducação alimentar que fiz durante meu tratamento de câncer invasivo, eu não teria a saúde que tenho hoje.

Food Cooking GIF by Best Break - Find & Share on GIPHY

Se abasteça com super alimentos! | Foto: Giphy.com.

Antigamente eu acreditava que me alimentava muito bem, mas me enchia de comida dietética. Durante o tratamento, comecei a investir em alimentos orgânicos e alcalinos e descobri a importância de:

  • Consumir alimentos ricos em antioxidantes, como frutas vermelhas, vegetais verde-escuros, chá verde e cacau.
  • Incluir alimentos ricos em ômega-3, como salmão, sardinha, chia e linhaça, que ajudam a reduzir inflamações.
  • Optar por fontes de proteínas magras, como frango, peixe, ovos e legumes, e consumir menos carnes vermelhas.
  • Consumir alimentos ricos em fibras, como cereais integrais, frutas e verduras, que ajudam a regular o intestino e melhorar a digestão.

Tudo isso influenciou a criação da minha alimentação anticâncer que visa auxiliar no tratamento de doenças como o câncer de mama invasivo. Todos os livros foram feitos com muita pesquisa e orientação profissional. Clique aqui e saiba mais.

Sexy Wonder Woman GIF - Find & Share on GIPHY

Até a próxima ❤️. | Foto: Giphy.com.



É com muita alegria no que anuncio que estão abertas  as inscrições para a Mentoria:

 Minha Alimentação Anticâncer 
DETOX TERAPÊUTICO

Esse é o meu acompanhamento de perto por 1 ano para te ajudar a transformar a sua saúde através da alimentação. 

CLIQUE em AQUI para conhecer mais detalhes e garantir a sua participação

⬇️⬇️⬇️

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *