Carcinoma invasivo: tudo que você precisa saber

Carcinoma invasivo: tudo que você precisa saber

Carcinoma invasivo… Quando ouvimos esse nome, já trememos na base… E algumas pessoas ainda pensam “será que o câncer já invadiu o meu corpo?”. 

Confesso que eu fui uma delas. Quando li esse termo no meu exame, pensei que estava nas últimas! Mas não é bem assim que o câncer funciona…

Hoje, quero te contar, a partir da minha experiência e do que estudei, tudo o que sei sobre esse tipo de câncer de mama, este que é a forma mais comum entre os tipos.

Abaixo, te conto o que é carcinoma invasivo, como acontece, como funciona o tratamento e como a alimentação saudável pode influenciá-lo positivamente. 

 

Happy Mental Health GIF by Mat Voyce - Find & Share on GIPHY

 

Mantenha-se positivo! | Giphy.com.

 

O que é carcinoma invasivo? 

O carcinoma invasivo é um tipo de câncer que começa pelos dutos de leite ou lóbulos, e depois vai para os tecidos mamários, podendo se espalhar por outras partes do corpo. O carcinoma invasivo representa 85% dos diagnósticos de câncer de mama.

Teoricamente, ganhou esse nome “invasivo” ou “infiltrante” por já ter invadido o tecido mamário.

No entanto, por si só ele não é motivo para se assustar, já que tudo irá depender do nível em que foi descoberto o tumor, do grau do câncer, do subtipo, da progressão do tratamento e, claro, do seu bom humor e esperança para enfrentá-lo!

Muitos estudos garantem que a manutenção dos pensamentos positivos durante o câncer é essencial para o sucesso do tratamento. Os pensamentos negativos além de desencadear depressão (que gera desânimo e dificuldade de enfrentar as etapas do processo), enfraquece mais ainda o sistema imunológico já enfraquecido.

Mas não deixe que isso se torne uma tortura a mais na sua vida. Está tudo bem o dia que você estiver mais pra baixo. Afinal, ninguém solta fogos quando descobre que tem câncer.

Dito isso, já posso contar para vocês quais fatores podem influenciar no surgimento do carcinoma invasivo, quais sintomas ele pode apresentar e quais graus pode atingir:

Fatores 

O corpo humano é um mistério. Quando eu descobri o câncer de mama, eu não conseguia entender o porquê daquele diagnóstico, pois me achava uma pessoa de hábitos super saudáveis. Mesmo assim, aconteceu.

 

No entanto, alguns fatores podem afetar o seu aparecimento, como:

 

  • Histórico familiar de câncer de mama;
  • Uso de hormônios estrogênicos;
  • Idade avançada;
  • Menopausa precoce ou tardia;
  • Sobrepeso e obesidade;
  • Uso frequente de pílulas anticoncepcionais;
  • Tabagismo;
  • Exposição à radiação ionizante.
  • Sobrepeso que é um indicativo do corpo inflamado. 

Dei uma aula recentemente com esse tema: Por que devemos desinflamar o nosso corpo? que você pode assistir CLICANDO AQUI.

 

Sintomas 

Carcinoma invasivo já instaurado, revela sintomas comuns, e estão entre eles:

 

  • Nódulos na mama;
  • Alteração no formato e tamanho nas mamas;
  • Descamação e vermelhidão na mama;
  • Líquido saindo pelos mamilos (quando não está amamentando);
  • Dor na mama ou axila.

 

Diferentes graus de carcinoma invasivo 

Durante o diagnóstico, os graus são referentes aos estágios que o câncer de mama já atingiu. Os graus existentes são:

 

Grau 1 

Sua progressão é mais lenta pois suas células são um pouco diferentes das células normais. Esse tipo de carcinoma invasivo também é chamado de “carcinoma de baixo grau” ou “carcinoma bem diferenciado”. 

 

Aqui, ele mede menos de 2 cm, invadiu o tecido protetor dos dutos de leite mas não atingiu as glândulas linfáticas presentes na axila.

 

Grau 2 

Já mais agressivo, aqui pode ser aplicada a cirurgia combinada com a quimioterapia, a radioterapia e a hormonioterapia. 

 

Mais palpável, apresenta 2 a 5 centímetros e já se encontra em contato com os linfonodos.

 

Grau 3 

No caso do carcinoma invasivo de grau 3, as chances do tumor atingir músculos, pele e outros órgãos aumentam (isso não quer dizer que já é metástase! Esse foi o meu diagnóstico . Eu tinha 7cm de tumoração e estou aqui viva e saudável! ).

O  carcinoma grau 3 é classificado dessa forma quando o tumor já passou de 5 centímetros. Os cuidados são os mesmos do carcinoma invasivo grau 2, só que mais intensos.

 

Tratamento para câncer de mama invasivo 

O tratamento para carcinoma invasivo, apesar de ter uma base similar em seus graus e tipos, varia de acordo com as especificidades de cada paciente oncológico, o que inclui comorbidades, idade e condições hormonais também.

Breast Cancer Pecs GIF by CoppaFeel! - Find & Share on GIPHY

 

Como tratar o câncer de mama invasivo? | Giphy.com.

 

Após identificado o estágio do câncer e das áreas atingidas, é necessária mais uma série de avaliações clínicas como:

 

  • Exames para identificar a presença de metástases;
  • Exames de sangue;
  • Eletrocardiograma;
  • Ecocardiograma;  
  • Análise microscópica;
  • Análise de marcadores genéticos;
  • Exame anatomopatológico;
  • Exame imunoistoquímico.

 

Essa série de análises ajudarão a montar o seu programa de tratamento, que inclui principalmente:

 

Radioterapia 

A radioterapia usa raios parecidos com os do Raio X, só que mais intensos e precisos. Seu uso visa destruir as moléculas cancerígenas e impedir que se multipliquem. 

 

Pode ser feita antes e/ou depois da cirurgia, no primeiro caso para diminuir o tamanho do tumor e no pós cirúrgico para fazer “uma limpa” nas moléculas que sobraram.

 

A radioterapia visa destruir qualquer resquício do tumor, evitar que as células se espalhem e também que ele volte.

 

Quimioterapia 

A quimioterapia utiliza medicamentos para destruir as células cancerígenas de dentro para fora, seja por via venal ou oral, por meio de uma série de comprimidos.

 

Ela tem a mesma premissa da radioterapia, e apesar de funcionarem de forma diferente, geralmente esses dois tratamentos são combinados em sessões. O bônus da quimioterapia é que ela destrói as moléculas cancerígenas que não foram identificadas pelos exames de imagem.

 

Cirurgia 

A cirurgia é a parte mais palpável do tratamento, digamos assim. Ela pode ser feita através de uma mastectomia parcial, radical ou sem mastectomia, quando a retirada permite a possibilidade de conservação da mama.

 

No meu caso, fiz a mastectomia com a reconstrução imediata e deu super certo!

 

Já contei pra vocês aqui no blog que fui diagnosticada em 2014 com câncer de mama invasivo grau 3, acreditei que o Câncer já tinha se espalhado por todo o meu corpo e que para mim não existiam mais chances de cura.

 

Mas não foi bem assim, um ponto que estava ao meu favor é que esse é o tipo mais comum dos cânceres de mama e por isso as melhores formas de tratamento para ele já são bem conhecidas e compreendidas.

 

Durante meu tratamento, além dos tratamentos de praxe como quimioterapia, radioterapia e hormonioterapia, investi pesado na minha alimentação e acredito que, combinada ao tratamento tradicional, foi um ponto muito positivo entre os altos e baixos que me trouxeram até aqui.

 

Recomendação de dieta

A reeducação alimentar que fiz com a ajuda da minha querida nutricionista ajudou a me proporcionar qualidade de vida durante os meus 13 meses de tratamento contra o carcinoma invasivo.

A alimentação anticâncer, plano nutricional que eu montei através de muita pesquisa e ajuda profissional.

Hoje como Terapeuta integrativa eu uso o Ayurveda ( medicina milenar indiana) como base da minha alimentação anticâncer, que tem como foco principal desinflamar e equilibrar o pH do organismo e fortalecer o sistema imunológico, que são afetados durante o câncer ou qualquer outra doença. Especialmente, doenças autoimune e cronico-degenerativas

 

ELMØ GIF - Find & Share on GIPHY

 

Pare de comer besteiras! | Giphy.com.

 

Dicas de dieta durante (e após!) o tratamento do câncer

  • Corte os industrializados;
  • Aposte em alimentos orgânicos;
  • Procure por águas alcalinas;
  • Coma mais frutas e verduras , apostando em várias saladinhas ao longo do dia;
  • Aposte em sucos funcionais;
  • Adote uma alimentação anti-inflamatória;
  • Faça uma lista de alimentos alcalinos e nutritivos na hora do supermercado;
  • Faça versões das suas receitas favoritas.

 

Eating Healthy Fruit Salad GIF by PBS KIDS - Find & Share on GIPHY

 

Faça escolhas melhores! | Giphy.com.

 

Agora que você sabe um pouco mais sobre o que é o carcinoma invasivo, suas fases e métodos de tratamento.

E também como uma alimentação saudável pode influenciar positivamente em sua recuperação, eu te convido a dar uma olhada na minha série de livros sobre tratamento oncológico e alimentação anticâncer, clique aqui e confira!




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *