O que é metástase do câncer

Hoje, quero fazer você compreender e refletir sobre um tema que, infelizmente, muitos pacientes de câncer acabam tendo que lidar: a metástase

Felizmente, em minha jornada pessoal lidando com o desafio do câncer, eu nunca tive nenhuma metástase. Porém, como terapeuta especializada em Saúde Integral, eu acompanho pacientes oncológicos com diversos tipos de câncer e estadiamento da doença. 

Pessoas, inclusive, desenganadas pela medicina e que hoje estão em remissão. 

Por isso,  acredito que é importante manter minhas leitoras e leitores informados sobre todos os aspectos, fases e tipos de câncer, e por isso estou trazendo esse assunto para vocês hoje.

Abrace o momento!
Abrace o momento!

Vamos explorar juntos o que realmente significa a metástase do câncer, além das definições médicas, dos números assustadores e, o mais importante, como podemos enfrentá-lo!

O que é metástase do câncer?

A metástase do câncer é um conceito complexo e, muitas vezes, pode parecer assustador. Em termos simples, podemos definir a propagação do câncer para outras partes do corpo, além do local onde ele se originou. É como se as células cancerosas, tão determinadas e persistentes, decidissem colonizar novos espaços dentro do nosso corpo.

O que torna uma metástase tão preocupante é o fato de que ela marca uma nova fase contra o câncer. Se antes o paciente estava lidando com um uma doença localizada, com a metástase ele se vê diante de uma ameaça que se espalha, que se infiltra em áreas antes consideradas seguras.

Mas, para compreender verdadeiramente a metástase, é importante não apenas olhar para as estatísticas e os termos médicos, mas também para o seu impacto emocional e físico. É um momento de transição, onde a incerteza se torna ainda mais constante.

No entanto, mesmo diante desse desafio monumental, há espaço para o entendimento e para a ação. Ao compreendermos as causas da metástase, as formas como ela se manifesta e os tratamentos disponíveis, podemos tratá-la corretamente.

Quais são os tratamentos para essa fase?

Um dos tratamentos mais comuns para metástase do câncer é a quimioterapia. Embora muitas vezes associada aos efeitos colaterais, como náuseas e fadiga, a quimioterapia continua sendo uma ferramenta valiosa no combate às células cancerosas que se espalham pelo corpo. Para alguns, ela pode representar uma chance de controlar o avanço da doença e ganhar um tempo precioso.

Além da quimioterapia, há também a radioterapia, que utiliza feixes de radiação para destruir células cancerosas. Embora possa ser mais direcionado do que a quimioterapia, a radioterapia também pode causar efeitos colaterais e exigir várias sessões para alcançar resultados significativos. No entanto, para alguns pacientes, ela pode ser uma opção eficaz para reduzir tumores metastáticos e aliviar sintomas.

Outra abordagem que ganhou destaque nos últimos anos é a imunoterapia. Este tratamento funciona em conjunto com o sistema imunológico do corpo para identificar e atacar células cancerosas. Embora ainda em desenvolvimento, a imunoterapia oferece uma nova esperança para muitos pacientes com câncer metastático, fornecendo respostas dolorosas e, em alguns casos, até mesmo a remissão completa da doença.

Além dessas opções, há uma série de terapias direcionadas e terapias complementares que podem desempenhar um papel importante no tratamento da metástase do câncer. Desde a terapia hormonal até a medicina integrativa.

É importante explorar todas as opções disponíveis e encontrar a combinação certa que melhor se adapte às necessidades individuais de cada paciente.

Não há uma única resposta para a pergunta sobre os tratamentos para metástase do câncer. Cada caso é único e é importante trabalhar em estreita colaboração com uma equipe médica desenvolvida para desenvolver um plano de tratamento personalizado. 

Mas, acima de tudo, é crucial nunca perder de vista a determinação de seguir em frente!

Você consegue!
Você consegue!

O que você deve evitar nessa fase?

Em primeiro lugar, é importante evitar o estresse excessivo sempre que possível. Sei que pode ser difícil, especialmente em situações como a  metástase do câncer, mas o estresse específico pode comprometer nosso sistema imunológico e dificultar nossa capacidade de enfrentar a doença. 

Buscar maneiras saudáveis ​​de lidar com o estresse, como a prática de mindfulness, a meditação ou o contato com a natureza, pode ser fundamental para manter a saúde emocional e física no processo de cura.

Além disso, evitar hábitos prejudiciais à saúde, como o consumo excessivo de álcool e o tabagismo, é outro passo crucial. O álcool pode interferir no funcionamento do fígado e aumentar o risco de complicações relacionadas ao tratamento, enquanto o tabagismo está associado a um maior risco de desenvolvimento de novos tumores e problemas respiratórios. 

Optar por um estilo de vida saudável, com uma dieta anticâncer e a prática regular de exercícios físicos, ajuda a fortalecer nosso corpo e melhorar nossa resposta ao tratamento.

Outro ponto indispensável é evitar a exposição a substâncias tóxicas e agentes carcinogênicos sempre que possível. Isso inclui evitar a exposição ao sol sem proteção adequada, limitar o contato com produtos químicos contratados e seguir as orientações de segurança no trabalho e em casa. 

Por fim, é importante evitar o isolamento social e buscar apoio emocional durante essa fase desafiadora. Manter relacionamentos com amigos, familiares e grupos de apoio pode proporcionar conforto, esperança e uma sensação de pertencimento que é fundamental para nossa saúde mental e emocional.

Ter um grupo de apoio transformou a minha recuperação do câncer completamente.
Ter um grupo de apoio transformou a minha recuperação do câncer completamente.

Como lidar com essa notícia? 

Em primeiro lugar, assim como para qualquer notícia negativa relacionada ao câncer, é importante que você se permita sentir todas as emoções que surgirem. Não há certo ou errado neste momento. Chorar, gritar, sentir raiva – tudo isso faz parte do processo de limitações e cura emocional.

Além disso, buscar apoio emocional é fundamental nesse momento. Falar sobre o que você está sentindo com amigos, familiares ou um profissional de saúde mental pode ajudar a analisar a notícia e encontrar conforto em meio à tempestade. Não estamos sozinhos na jornada da cura do câncer, e é importante lembrar que há pessoas dispostas a nos apoiar e nos ouvir.

Outra maneira de lidar com esse tipo de notícia é focar no presente e não no que não podemos controlar. Embora seja natural se preocupar com o futuro, ficar preso em pensamentos negativos e catastróficos só aumenta nossa ansiedade e medo. Em vez disso, concentre-se no que está ao seu alcance agora: cuidar de si mesmo, buscar tratamentos que ofereçam esperança e aproveitar o tempo com aqueles que te amam.

Por fim, é importante lembrar que, apesar da gravidade da situação, ainda há espaço para a esperança e para encontrar significado nessa jornada. Encontrar propósito em meio ao caos, cultivar gratidão pelos momentos preciosos e celebrar as pequenas vitórias ao longo do caminho podem ajudar a encontrar luz mesmo nos momentos mais sombrios.

A Maria Tereza, psicóloga, foi diagnosticada com um câncer metastático no colo do útero, aos 73 anos de idade. Nesse primeiro vídeo ela fala sobre a seu diagnóstico e tratamento: 

Nessa Live, já em remissão, ela conta como está a sua vida atualmente: 

Outra mentorada minha, a Vainer, foi diagnosticada  com um câncer de mama metastático (ossos e fígado) em 2020, e apesar de não ter tido muito apoio da médica que a diagnosticou, ela decidiu adotar a minha Alimentação Anticâncer.

Ela entrou no programa câncer com leveza com a mudança de hábitos e atualmente está em remissão! 

Além dessas duas queridas, quero compartilhar também a história da Vilma. Quando a Vilma entrou no programa, estava muito abatida, pois tinha um câncer metastático e o médico havia dito que no caso dela não tinha cura. Trabalhei o emocional dela e ela entendeu que também poderia fazer muito por ela mesma, para colaborar ativamente com seu processo de cura!

A partir das orientações que a Vilma recebeu no programa, ela retomou a sua autoconfiança, mudou sua alimentação, hábitos e mentalidade e retomou as rédeas da sua saúde nas suas mãos! E ela também está em remissão! 

No vídeo abaixo, elas contam as suas histórias de superação para a gente!

Bem, espero que nossa conversa sobre a metástase do câncer tenha sido esclarecedora para você. Embora seja um tema desafiador, é importante lembrar que o conhecimento e o apoio mútuo podem nos ajudar a enfrentar até os desafios mais difíceis. Então, vamos continuar aprendendo e encontrando maneiras de viver com mais esperança.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *