Agrotóxicos: Até quando vamos engolir isso?

Antes de ter sido diagnosticada com câncer, achava que tinha uma alimentação saudável. Porém, nunca parei para pensar se a minha salada estava livre de agrotóxicos ou não.

Porém, DC (depois do câncer), descobri que, infelizmente, apesar de comer melhor que a maioria da população, minhas escolhas eram muito mais motivadas pelos ponteiros da balança, do que no que o meu organismo de fato precisava.

É engraçado, mas durante o tratamento, apesar do câncer e da quimioterapia, com a alimentação que passei a fazer , me sentia mais saudável que antes da descoberta da doença. Posso dizer, que hoje descobri a diferença entre comer e me nutrir.

Uma das mudanças que fiz na minha alimentação, e talvez a principal, foi consumir muito mais legumes,folhas e verduras.Acho neste ultimo ano, comi mais verduras e legumes do que havia comido durante toda a minha vida. E o mais importante: todos, alimentos orgânicos.

Totalmente livres de agrotóxicos – pesticidas, antibióticos e hormônios.

 

alimento-organico-saudavel-frutas-verduras-legumes-qualidade-vida-quimioterapia-cancer-mama-riodejaneiro-dascoisasquetenhoaprendido-4

Se você tem dúvida sobre a eficácia dos alimentos orgânicos, citarei o resultado de duas pesquisas:

1- Na Universidade de Washington, uma pesquisadora, Cynthia Curl, estava preocupada em saber se a comida orgânica que suas amigas davam aos filhos era realmente mais sadia.

Ela conseguiu realizar uma pesquisa com 42 crianças de 2 a 5 anos, dirigindo-se à famílias que saíam do supermercado comum ou de uma cooperativa orgânica.

Durante três dias, os pais tinham que anotar tudo o que davam aos filhos para comer e beber. As crianças recebiam a classificação de “orgânicas”, se mais de 75% de sua alimentação tivesse o selo de orgânico, e “convencionais”, caso mais de 75% por cento de seus alimentos não fossem orgânicos. Em seguida, Dra. Curl mediu na urina das crianças os produtos da degradação dos pesticidas Organoclorados (mais comuns).

Resultado: A taxa de pesticidas na urina das crianças “orgânicas” estava muito abaixo do mínimo fixado pela Agência Governamental de Proteção Ambiental. Era seis vezes menor do que a das crianças “convencionais”, para estas últimas, ao contrário, a carga tóxica ultrapassava em quatro vezes os limites oficiais tolerados!

Imaginem nosso organismo recebendo essa carga tóxica, durante anos! Talvez, isso explique um pouco o porquê de tanta gente, e cada vez mais pessoas jovens, serem acometidas pelo câncer.

2- Na Europa, o engenheiro agrônomo Claude Aubert, conhecido como o padrinho da agricultura orgânica européia, fez uma demonstração comparável: em sua pesquisa, ele mostrou que as mulheres que se alimentam com 90% de orgânicos durante a gravidez têm três vezes menos pesticidas organoclorados que as que se alimentam de maneira convencional.

alimento-organico-saudavel-ualidade-vida-agrotoxico-quimioterapia-cancer-mama-riodejaneiro-dascoisasquetenhoaprendido

Concluindo: a única desvantagem de consumirmos os alimentos orgânicos é o preço. Pois para nos alimentarmos próximo ao que nossos avós comiam, temos que, ou plantarmos e criarmos nossos próprios alimentos ou consumirmos alimentos que foram produzidos em menor escala.

Mas penso que perder a saúde custa muito mais caro. Além disso, com o aumento da procura e do consumo por alimentos orgânicos, a tendência é que os preços se popularizem.

No post Comer Saudável – feiras orgânicas” tem uma lista de onde acontecem as feiras orgânicas no Rio de Janeiro. Nessas feiras, podemos comprar direto do produtor, com preços mais acessíveis.

 

Acho importante, frisar que entre comer um alimento inorgânico ou não comê-lo. É sempre melhor consumir . Existem formas de amenizar as toxinas dos agrotóxicos. Uma dica simples e caseira é deixar os alimentos de molho por pelo menos 20 minutos em uma vasilha com água, vinagre branco e bicarbonato de sódio. E no caso de frutas e legumes, consumir sem a casca.

 



Quer fortalecer o seu sistema imunológico e se manter longe de doenças? 

Receba de presente o meu ebook "15 Alimentos Poderosos". Basta cadastrar o seu nome e email abaixo.



 

2 Comentários


  1. Bom dia Patrícia!
    Muito obrigada pelas dicas e informações…Eu procuro sempre comprar e consumir sem agrotóxicos,mas fiquei surpresa com a taxa de agrotóxicos que cada brasileiro consome por ano!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *