Câncer de mama Luminal A: confira como funciona o tratamento

“Câncer de mama Luminal A” ,

Receber um diagnóstico com esse nome pode ser assustador para qualquer pessoa, trazendo um monte de dúvidas e inseguranças.

No entanto, é importante lembrar que existem opções de tratamento eficazes disponíveis que podem ajudar a combater a doença e melhorar a qualidade de vida durante o processo. 

Separei algumas informações úteis sobre como funciona o tratamento para o câncer de mama Luminal A, com o objetivo de ajudar a entender melhor o que esperar e como lidar com essa jornada. 

Hospital GIF - Find & Share on GIPHY

Vamos juntas? | Foto: Giphy.com

O que é o Câncer de Mama Luminal A?

O câncer de mama Luminal A é um tipo de câncer que afeta as células mamárias e é caracterizado por um perfil genético específico. Este tipo de câncer é sensível a hormônios e se origina nas células das glândulas mamárias. 

Sendo um câncer comum, representa cerca de 40% de todos os casos de câncer de mama, o que quer dizer que apresenta um prognóstico favorável quando diagnosticado precocemente, visto a quantidade de estudos já desenvolvidos sobre o assunto.

Ele é chamado de “Luminal A” porque as células cancerígenas se assemelham às células “luminais” que revestem as glândulas mamárias.

As células luminais são responsáveis pela produção de leite durante a amamentação e são sensíveis aos hormônios estrogênio e progesterona. O câncer de mama Luminal A é considerado um tipo de câncer “hormônio receptor positivo”, o que significa que as células cancerígenas têm receptores de hormônios em sua superfície que ajudam a alimentar seu crescimento.

E qual é a diferença entre o Câncer de Mama Luminal A e o Câncer de Mama Luminal B?

Bom, a diferença é que o Luminal B é um tipo de câncer de mama  menos comum e geralmente mais agressivo. Esse câncer é semelhante ao Luminal A, mas as células cancerígenas têm mais “receptores HER2” em sua superfície, que ajudam a alimentar seu crescimento.

Ou seja, a principal diferença entre esses dois tipos de câncer é a taxa de crescimento e a agressividade, que é maior no Luminal B. Mas claro, cada caso é único e varia de paciente para paciente.

Neste artigo, te conto como funciona o tratamento para o câncer de mama Luminal A e como ele pode ajudar a melhorar a qualidade de vida das pacientes.

Quais são as opções de tratamento para o Câncer de Mama Luminal A?

Quando se trata de opções de tratamento para o câncer de mama Luminal A, existem algumas alternativas tradicionais que costumam auxiliar o combate à doença. Entre elas, estão:

  • A cirurgia: para a remoção do tumor, quando este se encontra visível;
  • A radioterapia: para destruir as células cancerígenas restantes da cirurgia, ou para diminuir um tumor grande antes da cirurgia;
  • A quimioterapia: para matar células cancerígenas em todo o corpo por meio de medicação específica;
  • E a terapia hormonal: para bloquear o crescimento do câncer alimentado por hormônios. 

Inclusive, no blog você encontra alguns tira dúvidas sobre os tipos de quimioterapia para você já saber o que esperar caso apresente um quadro de câncer.

Mas, entre todos esses tratamentos de praxe contra câncer, o que se destaca no processo específico para o câncer de mama Luminal A é o tratamento hormonal, já que esse câncer tem como principal característica ser positivo para receptores dos hormônios estrogênio e progesterona.

Nurse Hello GIF - Find & Share on GIPHY

O tratamento com medicamentos hormonais é super comum do Luminal A. | Foto: Giphy.com.

O tratamento hormonal pode incluir o uso de medicamentos que bloqueiam os efeitos dos hormônios que estimulam o crescimento das células cancerosas. Esses medicamentos podem incluir inibidores da aromatase, que impedem a produção de estrogênio em mulheres pós-menopausa, ou tamoxifeno, que bloqueia os efeitos do estrogênio nas células cancerosas em mulheres pré-menopausa.

Inclusive, recentemente têm aparecido novas abordagens que acreditam que, em muitos casos, o tratamento contra o câncer Luminal A ou B pode dispensar o uso da quimioterapia, focando no tratamento hormonal.

Isso demonstra que hoje o tratamento oncológico pode ser ajustado de acordo com a resposta do paciente e a evolução da doença, além de haver aspectos que costumam variar de acordo com a saúde do paciente, idade, estilo de vida e genética. Por isso, é fundamental estar bem próximo do seu médico e tirar todas as suas dúvidas para que juntos consigam determinar a melhor abordagem para o seu caso.

Snl Relax GIF by Saturday Night Live - Find & Share on GIPHY

Ralaxe! | Foto: Giphy.com.

Alimentos que podem ajudar no tratamento

Incluso no tratamento, eu sempre gosto de lembrar que alimentação saudável é essencial para o tratamento do câncer de mama Luminal A, bem como de qualquer tipo de câncer. 

Este é um ponto que pode parecer óbvio, mas é comum que as pacientes com câncer tenham que driblar sentimentos de enjôo e perda de apetite, além do fato de que alguns hospitais não dão tanta atenção à alimentação saudável como deveriam. 

Vegan Vegetables GIF - Find & Share on GIPHY

Coma, coma, coma! | Foto: Giphy.com.

E hoje, já sabemos do impacto positivo ou negativo que a alimentação pode ter no corpo humano, podendo influenciar no surgimento e progressão do câncer ou na sua cura.

Uma alimentação correta pode ajudar a fortalecer o sistema imunológico, aumentar a energia e a disposição para lidar com os efeitos colaterais do tratamento. Além disso, alguns alimentos específicos podem ter propriedades que ajudam a combater o câncer e a reduzir a inflamação no corpo.

Por exemplo, frutas e legumes são ricos em antioxidantes, que ajudam a proteger as células saudáveis do corpo que combatem o câncer. 

As frutas cítricas, por exemplo, como laranjas e limões, são particularmente ricas em vitamina C, e fortalecem o sistema imunológico. Já vegetais crucíferos, como brócolis, couve-flor e repolho, contêm compostos chamados sulforafanos, que podem ajudar a impedir o crescimento de células cancerígenas.

Outros alimentos que podem ajudar no tratamento do câncer de mama Luminal A incluem grãos integrais, como aveia e quinoa, que fornecem carboidratos complexos que liberam energia lentamente no corpo, e peixes gordurosos, como salmão e sardinha, que são ricos em ácidos graxos ômega-3, que ajudam a reduzir a inflamação.

É importante lembrar que a alimentação deve ser complementar ao tratamento prescrito pelo médico e não substituir as terapias convencionais.

Além disso, é fundamental buscar orientação nutricional para determinar a melhor dieta para cada caso e garantir que o corpo esteja recebendo todos os nutrientes necessários para a sua recuperação.

Durante meu tratamento contra o câncer de mama, a mudança de hábitos alimentares foi de suma importância para que eu conseguisse ter mais disposição para enfrentar o tratamento e acredito que a resposta positiva dele se deu muito por causa disso.

Tanto é que, mesmo hoje, após ter vencido o câncer, mantenho tudo que aprendi, pois sem sombra de dúvidas hoje me sinto mais forte do que antes de começar o tratamento.

Pensando em passar o que aprendi a outros pacientes com câncer de mama, seja ele Luminal A ou não, quero compartilhar uma aula com o tema: Por que precisamos desinflamar o nosso corpo?

Clique aqui e confira.

In Love Cat GIF - Find & Share on GIPHY

Beijinho ❤️. | Foto: Giphy.com.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *